#

A vida de Walt Disney em Los Angeles e o Florida Project

Olá, leitores. Tudo bem?

Para você que está acompanhando nossos posts sobre a super viagem que fizemos recentemente, hoje vamos falar sobre o oitavo e o último dia da “expedição do Walt Disney”. 🙂

Após a saída de trem de Chicago, o primeiro dia e o segundo dia em Marceline, dos sonhos destruídos em Kansas City, da viagem de trem para Los Angeles e os parques temáticos de Anaheim, chegou a hora de conferir como foi a vida de Walt Disney em Los Angeles.

Visitamos diversos locais onde Walt viveu, tanto em Los Angeles quanto em Burbank.

A primeira parada foi onde hoje fica localizada a garagem que Walt usava para trabalhar com seu irmão Roy na casa de seu tio Bob, quando chegou vindo de Kansas City.

Hoje, esta garagem não está mais anexa à ex-casa do tio. Ela foi remanejada para uma espécie de museu ao ar livre.

DSC_0297

Visitamos também a casa do tio Bob, que acolheu Walt quando ele chegou a Los Angeles.

DSC_0306

Do outro lado da rua, fica uma casa de dois andares. Walt e Roy utilizaram o segundo andar dela como escritório quando as coisas começaram a melhorar financeiramente.

DSC_0307

Atualmente, há moradores nestas duas casas e, infelizmente, nenhuma menção à vida dos Disney nas duas. 🙁

Walt e Roy alugaram um estúdio próximo à casa onde moravam. Era um grande galpão, onde hoje, funciona uma loja de roupas masculina. Há diversas referências da Disney nesta loja.

DSC_0316

DSC_0314

DSC_0313

Percebendo que “deram um passo maior do que a perna”, os irmãos Disney não aguentaram as altas despesas com este estúdio grande e fizeram uma nova mudança, desta vez para um galpão muito pequeno, logo ao lado do antigo. A vida mostra que, às vezes, recuar é preciso…

Atualmente, funciona uma copiadora neste local. A dona, uma senhora muito simpática, mantém vivas algumas lembranças daquela época.

No mural, muitas fotos, desenhos, recortes de jornal com matérias sobre a família Disney. Há mais coisas sobre Walt e Roy do que dos serviços de sua loja. 🙂

DSC_0318

DSC_0349

DSC_0320

DSC_0322

DSC_0324

DSC_0326

DSC_0338

DSC_0334

DSC_0341

Visitamos também o Gelson’s Market, um mercado localizado onde funcionava o novo estúdio Disney, após os irmãos saírem do pequeno galpão. Foi neste estúdio enorme que eles criaram o filme A Branca de Neve e Os Sete Anões.

DSC_0353

DSC_0351

DSC_0358

DSC_0352

Branca de Neve e os Sete Anões foi o primeiro longa-metragem de animação da história. O orçamento inicial era de 150 mil dólares, mas o filme acabou custando ao estúdio uma quantia de 1,4 milhões de dólares, um valor astronômico para a época. O filme levou três anos para ser concluído e Walt Disney ganhou o Oscar honorário pelo seu trabalho como produtor do filme. Na verdade, ele ganhou uma estatueta no tamanho original e outras sete em miniatura, representando os personagens principais do filme.

Com o sucesso, veio uma vida melhor. Visitamos as duas casas que Walt morou quando já era sucesso no mundo do cinema.

DSC_0372

DSC_0380

Vizinhança da casa de Walt Disney - Luxo e segurança.
Vizinhança da casa de Walt Disney – Luxo e segurança.

 

Neste dia, Claudemir Oliveira, do Seeds of Dreams Institute, nos preparou uma surpresa.

Walt Disney gostava muito de almoçar em um restaurante próximo ao estúdio onde hoje funciona o mercado, mencionado acima. Ele tinha, inclusive, uma mesa reservada sempre para ele, pois era ali que fazia reuniões com seus engenheiros, conhecidos como Imagineers. Há até alguns rabiscos na mesa, feitos por eles naquela época.

Nosso almoço foi reservado neste mesmo restaurante. O que?? Sentar na mesma mesa que o Disney sentava? Almoçar no mesmo lugar que ele almoçava? É muita emoção! 🙂

Nos acompanharam neste almoço também a Dina Benadon e Todd Regan, dona e colaborador do projeto Walt Disney Birthplace, mencionado aqui neste post.

Eles nos contaram diversas histórias interessantes dos parques temáticos, inclusive que o esposo de Dina não pôde comparecer ao almoço, pois estava trabalhando no projeto das novas imagens que serão usadas na repaginação da atração Soarin, nos parques Epcot e California Adventure. Wow! Que máximo! 🙂

DSC_0383

DSC_0429

DSC_0390

DSC_0392

DSC_0397

DSC_0386

DSC_0384

DSC_0403

DSC_0410

DSC_0421

DSC_0407

Visitamos também o Griffith Park, parque onde Walt levava suas filhas para brincar aos sábados e de onde surgiu a ideia de construir um parque em que pais e filhos pudessem brincar juntos. Daí surgiu Disneyland.

DSC_0437

Conhecemos a The Walt Disney Co., sede da empresa em Burbank.

DSC_0440

DSC_0452

DSC_0455

Visitamos ainda a Calçada da Fama, onde Walt e Mickey Mouse possuem suas estrelas.

DSC_0472

DSC_0491

E finalizamos o dia conferindo a mansão onde Disney faleceu de câncer, em 1966. Infelizmente, não é aberta à visitação por dentro.

DSC_0503

O mundo chorou sua morte… Mickey Mouse estava triste.

Após o falecimento de Walter Elias Disney, a família se viu diante de um dilema: dar ou não seguimento ao Florida Project, que Walt tanto amava e tanto se empenhou para criar?

Roy Disney decidiu levar adiante o projeto, que hoje é o que o mundo conhece como Walt Disney World Resort, em Orlando.

Nos despedimos da Califórnia coroados por este lindo pôr do sol e com o pensamento de que “não importa de onde você veio, mas sim, para onde você vai” (frase do nosso querido amigo Eduardo Lyra – Gerando Falcões).

DSC_0504

O Programa de Negócios Marceline Project, do Seeds of Dreams Institute, foi finalizado em Orlando, no dia seguinte ao relato acima. Tivemos nossa graduação com a participação de todos os envolvidos na viagem e com Mickey e Minnie nos saudando com muita festa.

Além disso, todos receberam seus desenhos feitos pelo artista da Disney Alex Maher, que nos acompanhou durante grande parte da viagem. Ele prometeu no começo e cumpriu: todos os participantes ganharam um desenho com seu personagem favorito feito por ele. Alex tem suas artes expostas em diversas galerias na Califórnia e em Orlando, especialmente em Downtown Disney.

DSC_0298

DSC_0311

DSC_0313

DSC_0314

DSC_0465

DSC_0469

DSC_0486

DSC_0386

Gratidão ao Seeds of Dreams Institute pela parceria neste projeto e por ter abrilhantado nossa vida pessoal e profissional com esta fantástica viagem. Nosso eterno muito obrigado, Claudemir e Jim.

Até o próximo post!

error: Conteúdo protegido.