Blog Rumo a Orlando https://www.rumoaorlando.com.br/blog Roteiros Personalizados Disney e Orlando Mon, 30 Mar 2020 14:27:08 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.3.2 https://www.rumoaorlando.com.br/blog/wp-content/uploads/2017/08/cropped-simbolo1-32x32.png Blog Rumo a Orlando https://www.rumoaorlando.com.br/blog 32 32 80358501 Viajantes impactados pelo Coronavírus receberão Dining Plan https://www.rumoaorlando.com.br/blog/viajantes-impactados-pelo-coronavirus-receberao-dining-plan/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/viajantes-impactados-pelo-coronavirus-receberao-dining-plan/#respond Mon, 30 Mar 2020 13:59:22 +0000 https://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=18360 E aí, pessoal. Tudo bem?

A Disney anunciou no último sábado, dia 28/03, que visitantes que tiveram suas viagens impactadas pelo Coronavírus receberão o Plano de Refeições de forma gratuita, ou seja, ao remanejarem as datas das suas reservas de hotel dentro do Complexo Disney, poderão comer de graça nos restaurantes do Complexo.

Esta foi a forma de agradar encontrada pela empresa, já que muitas famílias tiveram suas viagens impactadas e estão sofrendo com isso.

 

 

Mas, atenção: existem regras!

 

– Apenas quem tinha reserva de hotel para o período entre 16/03/20 e 31/05/20 é elegível;

– Apenas quem tinha reserva de hotel para 2 noites ou mais é elegível;

– Apenas quem tinha ingressos para os parques Disney para 2 dias ou mais é elegível;

– Apenas quem tinha reserva de hotel e ingressos feita de forma conjunta, em uma única reserva, é elegível;

– Apenas quem tinha reserva de hotel para o período entre 16/03/20 e 31/05/20 e mudar a reserva de hotel para o período entre 01/06/20 e 30/09/20 é elegível;

– A reserva de hotel precisa ter sido cancelada após o dia 01/03/20;

– A alteração da reserva de hotel precisa ser feita até 31/05/20;

– A divulgação foi feita apenas no site em inglês e é preciso ligar para a Disney para confirmar a elegibilidade. Caso sua reserva tenha sido feita através de uma operadora/agência brasileira, vale entrar em contato com ela para saber se você está apto a ganhar o benefício.

 

coronavirus rumo a orlando

 

Para saber tudo sobre o Disney Dining Plan, clique aqui.

Neste post aqui estamos fazendo todas as atualizações sobre os impactos do Coronavírus em viagens a Orlando. Ele contém também informações importantes sobre reembolso de ingressos dos parques, shows e atrações da cidade.

 

Até o próximo post!

 
 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 
 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 
 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/viajantes-impactados-pelo-coronavirus-receberao-dining-plan/feed/ 0 18360
Mount Dora – passeio ao ar livre a 1h de Orlando https://www.rumoaorlando.com.br/blog/mount-dora-passeio-ao-ar-livre-a-1h-de-orlando/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/mount-dora-passeio-ao-ar-livre-a-1h-de-orlando/#respond Thu, 26 Mar 2020 18:58:27 +0000 https://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=18261 E aí, pessoal! Tudo bem?

No post de hoje, vamos falar sobre um passeio muito gostoso de fazer, em uma cidade vizinha a Orlando.

Mount Dora fica a cerca de 1h da região turística da cidade e é uma ótima opção de passeio gratuito, fora de parques e relaxante para fazer em meio à maratona que é uma viagem para a Disney.

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 

Esta é uma cidade tipicamente americana, fundada em 1880, e onde muitas pessoas escolheram passar sua aposentadoria. Podemos ver muitas casas enormes, à beira do lago, sendo assim, uma boa oportunidade de turistas conhecerem mais um pouco da cultura local.

Além disso, há um centrinho repleto de lojas e restaurantes. São mais de 40 opções de estabelecimentos, muitos deles com música ao vivo. Você também não pode deixar de visitar o lago, que rende belíssimas fotos.

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 
 

Como chegar em Mount Dora

 

Só o caminho até esta cidadezinha já vale a pena. Estradas arborizadas e com enormes fazendas para apreciarmos. Se estiver um dia lindo com o céu azul, chega a ser revigorante!

Para chegar até lá, insira em seu GPS o endereço 535 N. Donnelly Street. Ele levará você para a frente do Donnely Park, onde há várias vagas de estacionamento gratuito. É a marcação de número 3 no mapa abaixo.

Dali, bastará descer a rua a pé para chegar às principais atrações da cidade, marcadas com setas e círculo vermelhos no mapa a seguir.

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 
 

O que fazer em Mount Dora

 

Abaixo listamos os locais que não podem deixar de ser visitados durante o passeio:

 

1) Downtown Mount Dora – as lojas e restaurantes se concentram em todo o círculo vermelho no mapa acima e passear por toda esta região a pé é muito gostoso. Ir entrando de lojinha em lojinha, sentar com calma para almoçar, tomar um sorvete ou um café depois…

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 

2) Mount Dora Village Market – trata-se de uma feirinha de agricultores locais, onde podemos comprar frutas, legumes, verduras, variados tipos de mel, pães, doces, geleias, frutos do mar, itens de artesanato e etc.

Endereço: 230 W 4th Ave, Mt Dora, FL 32757

Acontece apenas aos domingos, das 09h às 14h

Veja fotos da feirinha clicando aqui.

 

3) Mount Dora Boating Center and Marina – a visita à marina é imperdível para quem gosta de tirar fotos. Além disso, é neste local que você tem a possibilidade de fazer passeios de barco e aero-barco.

Em nossa visita, fomos à marina apenas para tirar fotos e conhecer o local mesmo. Não fizemos nenhum passeio de barco, então, não podemos opinar. Mas, aqui você pode conferir mais informações sobre os passeios oferecidos no lago.

Endereço: 148 Charles Ave, Mt Dora, FL 32757

Aberto diariamente das 08h às 17h

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 

4) Grantham Point Lighthouse – o famoso Farol é o símbolo de Mount Dora e representa o porto da cidade. Vale a ida ao local para tirar fotos belíssimas, especialmente no pôr do sol.

Endereço: 311 S. Tremain Street

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 
 

Onde comer em Mount Dora

 

Existem muitos restaurantes na rua principal do centrinho e muitos deles oferecem música ao vivo, como é o caso do Pisces Rising, que fica no final da Mount Dora Village Market e oferece frutos do mar ($$). O visual dele é fantástico, pois possui uma enorme varanda com vista para o lago. O ambiente é delicioso. Endereço: 239 W 4th Ave, Mt Dora, FL 32757

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 

Tem também o Copacabana Cuban Cafe, que é cubano e um dos mais famosos do local. Endereço: 320 Dora Drawdy Way, Mt Dora, FL 32757

 

mount dora rumo a orlando

 

Em nossa visita, nós optamos pelo Las Palmas, que também é cubano. Vimos pelo cardápio que poderíamos comer uma comida bastante parecida com a brasileira e que os pratos eram muito bem servidos, podendo ser divididos por duas ou mais pessoas.

Havia fila na porta e tivemos que aguardar por cerca de 30 minutos. O ambiente é super simples e a comida estava deliciosa!

Endereço: 351 N Donnelly St, Mt Dora, FL 32757

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 

Para um café e sobremesa após o almoço, escolhemos a Allyson A Bake Shop, que fica na 122 East 4th Avenue. Ela oferece deliciosos pastries e uma boa variedade de cafés.

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando
Um dos nossos vícios: torta de pecan (nozes)

 
 

Quanto tempo devo dedicar ao passeio em Mount Dora

 

Na nossa opinião, é um dia para ser relaxante na viagem, sem pressa e sem horários marcados. Então, sugerimos deixar o dia inteiro para este passeio, unindo apenas com um jantar à noite, já em Orlando.

Nossa dica é sair do hotel por volta das 11h e, com isso, estima-se que o retorno à região turística de Orlando seja por volta das 18h, devido ao tempo de deslocamento.

 

mount dora rumo a orlando

mount dora rumo a orlando

 

O site do Visit Mount Dora é repleto de dicas e informações também. Não deixe de visitá-lo, clicando aqui.

 

Você também pode gostar destes passeios abaixo:

Lake Eola
Winter Park
Celebration
Winter Garden

 
 

Até o próximo post!

 
 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 
 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 
 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/mount-dora-passeio-ao-ar-livre-a-1h-de-orlando/feed/ 0 18261
Informações sobre o Coronavírus em Orlando https://www.rumoaorlando.com.br/blog/informacoes-sobre-o-coronavirus-em-orlando/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/informacoes-sobre-o-coronavirus-em-orlando/#respond Sun, 22 Mar 2020 13:30:19 +0000 https://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=18022 POST ATUALIZADO EM 30/03/2020 ÀS 11H

 

Com o aumento dos casos de Coronavírus no mundo todo, temos recebido inúmeras mensagens de seguidores e clientes preocupados com o impacto negativo em suas viagens.

Nós, como agência de viagens, nos sentimos na obrigação de fazer este comunicado, já que milhares de famílias brasileiras adquiriram algum produto conosco e agora estão receosas se devem manter ou não suas férias.

Os três principais grupos de parques (Disney, Sea World e Universal Studios) se pronunciaram e informaram que estão acompanhando de perto a situação.

 

Coronavírus nos parques de Orlando

 

Atualização em 10/03/2020: Disney Shangai anunciou reabertura de algumas áreas do parque a partir de 09/03/2020. Disney Tokyo tem planos de reabrir em 16/03/2020.

Atualização em 12/03/2020: A NBA anunciou que a temporada de jogos de basquete foi suspensa. Clique aqui para saber mais.

Atualização em 12/03/2020: A NHL, Liga Nacional de Hóquei no Gelo, anunciou que a temporada de jogos de jogos foi suspensa. Clique aqui para saber mais.

Atualização em 12/03/2020: O Presidente Donald Trump anunciou que todos os voos indo da Europa para os EUA estão cancelados por 30 dias. VOOS INDO DO BRASIL PARA OS EUA ESTÃO MANTIDOS.

Atualização em 12/03/2020: Disneyland, Disney California Adventure e Universal Studios Hollywood, todos na Califórnia, estarão fechados a partir de 14/03/2020 até o fim do mês.

Atualização em 12/03/2020: Todos os parques de Orlando e também Disneyland Paris estarão fechados a partir do horário de encerramento em 15/03/2020 até o fim do mês.

Atualização em 12/03/2020: Alguns shows do Flower and Garden Festival foram cancelados. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 12/03/2020: Os cruzeiros Disney estarão cancelados a partir de 14/03/2020 até o fim do mês.

Atualização em 13/03/2020: Alguns shows do Mardi Gras foram cancelados. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 13/03/2020: Busch Gardens, Sea World, Aquatica, Discovery Cove, Adventure Islands e Legoland estarão fechados a partir de 16/03/2020 até o fim do mês.

Atualização em 15/03/2020: Kennedy Space Center estará fechado a partir de 16/03, sem data para reabrir. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 15/03/2020: Walmart confirma que mudará o horário de funcionamento a partir de 15/03. Ao invés de funcionar 24h, as lojas funcionarão apenas das 06h da manhã às 23h da noite. A medida foi implementada para que todas as lojas sejam higienizadas de madrugada e possam assim, estar abertas na manhã seguinte com segurança para visitantes e funcionários. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 15/03/2020: Apple confirma o fechamento de todas as lojas físicas até 27/03/2020. Compras ainda podem ser feitas online. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 15/03/2020: American Airlines confirma a suspensão de voos que fazem trechos EUA x Brasil a partir de 16/03/2020. Esta suspensão irá durar até 06/05/2020. Voos Miami x RJ, voos NYC-JFK/Miami x SP, Miami x Brasília e Miami x Manaus foram impactados. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 16/03/2020: Disney volta atrás na decisão de manter Disney Springs e hotéis Disney abertos. Disney Springs fechará lojas e restaurantes de 17/03 até o fim do mês. Alguns estabelecimentos poderão ficar abertos, por isso, contate o desejado antes de ir, caso deseje. Hotéis de Walt Disney World fecharão às 17h de 20/03 e permanecerão fechados até o fim do mês. Todas as lojas Disney Stores da América do Norte estarão fechadas a partir de 17/03. Vendas online continuarão acontecendo pelo shopdisney.com. Downtown Disney, na Califórnia, e o hotel Disney’s Vero Beach, localizado na praia Vero Beach, seguirão as mesmas regras de funcionamento acima..

Atualização em 16/03/2020: Universal volta atrás na decisão de manter City Walk e hotéis do Universal Orlando Resort abertos. City Walk (Orlando e Hollywood) fecharão dia 16/03 à meia-noite. E no dia 20/03, às 17h, os hotéis serão fechados.

Atualização em 17/03/2020: A partir do dia 17 de março, a Embaixada dos Estados Unidos e os Consulados no Brasil cancelarão as entrevistas rotineiras de visto de imigrante e não imigrante. Saiba mais aqui.

Atualização em 17/03/2020: Polícia Federal restringe atendimento para retirada de passaporte em todo país. Saiba mais aqui.

Atualização em 18/03/2020: Cirque du Soleil cancelou as apresentações de pré-estreia do espetáculo Drawn to Life, que aconteceriam no Cirque du Soleil a partir de 20/03/2020. Apenas as apresentação de pré-estreia foram canceladas. A estreia oficial ainda está confirmada para 17/04/2020. Caso você tenha adquirido ingressos para este espetáculo conosco, entre em contato com a consultora que lhe atendeu para se informar sobre a política de cancelamento/reembolso do ticket.

Atualização em 18/03/2020: Todos os Cruzeiros Disney com partidas até 12/04/2020 foram cancelados.

Atualização em 18/03/2020: Bares e casas noturnas de Orlando ficarão fechados por 30 dias. Restaurantes seguem abertos, porém operando com capacidade reduzida: 50% de ocupação para que as mesas fiquem distantes umas das outras.

Atualização em 18/03/2020: Gol cancela voos internacionais até o fim de Junho. A medida valerá de 23/03/20 a 30/06/20, a princípio, e afeta as rotas Brasília/Fortaleza/Manaus x Orlando/Miami.

Atualização em 18/03/2020: Azul reduzirá suas operações de 20% a 25% no mês de Março e de 35% a 50% no mês de Abril e meses seguintes até que a situação se normalize.

Atualização em 18/03/2020: LATAM reduzirá suas operações em 70% a partir de 16/03/2020. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 19/03/2020: Mall at Milenia, Florida Mall, Outlet Premium International Drive e Outlet Premium Vineland Avenue já encontram-se fechados e permanecerão assim até 29/03.

Atualização em 22/03/2020: Icon Park informou que fechará temporariamente a partir de 22/03/2020. Saiba mais clicando aqui.

Atualização em 25/03/2020: Prefeito de Orlando emite um Stay Home Order para o Orange County, condado onde se localizam os parques temáticos. Todos os estabelecimentos de serviços não-essenciais ficarão fechados até o dia 09/04/2020.

Atualização em 25/03/2020: Universal Studios anuncia adiamento do fechamento do Universal Orlando Resort. Universal Studios, Islands of Adventure, Universal’s City Walk e todos os hotéis do complexo permanecerão fechados até 19/04/2020.

Atualização em 27/03/2020: Legoland anuncia que permanecerá fechados até 14/04/2020.

Atualização em 27/03/2020: Disney anuncia que o Walt Disney World (Orlando) e a Disneyland (Califórnia) permanecerão fechados após 31/03 devido ao Coronavírus. Desta vez, o Comunicado não informa uma previsão de reabertura, porém, informa que os funcionários continuarão sendo pagos até o dia 18/04. Espera-se que mais perto desta data eles soltem um novo Comunicado com um update da situação.

Atualização em 27/03/2020: Sea World anuncia que Busch Gardens, Sea World, Aquatica, Discovery Cove e Adventure Islands permanecerão fechados por tempo indeterminado.

Atualização em 30/03/2020: O Presidente Donald Trump anunciou em 29/03 à noite que os EUA permanecerão em isolamento social até o dia 30/04, sendo permitido sair de casa apenas para algumas necessidades essenciais. Segundo ele, a expectativa é retomar a vida normal até 01 de Junho. Universal Studios e Legoland informaram em 25 e 27/03 que ficarão fechados até 19 e 14/04, respectivamente, porém, após este comunicado do Presidente, é provável que estendam o período de fechamento.

Atualização em 30/03/2020: A Disney está considerando em seu sistema esta mesma data, 01 de Junho, para a liberação de reservas de hotéis e restaurantes, o que é um grande indício de que está seguindo a mesma expectativa acima. O comunicado oficial segue sendo o de que os parques ficarão fechados em Orlando por tempo indeterminado.

 

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

coronavirus rumo a orlando

coronavirus rumo a orlando

 

A recomendação da OMS é manter as mãos sempre muito limpas e higienizadas, bem como não levá-las à boca, ao nariz e aos olhos. Evitar colocar as mãos em corrimãos e outros locais em que as mãos de outras pessoas possam ter estado também, pois esta é a forma como o vírus de propaga. Ao tossir, ao invés de usar as mãos para proteção, utilize a parte superior dos braços.

Nos mercados e farmácias você pode encontrar diversos tipos de álcool-gel, porém, existe um produto melhor para higienizar, segundo especialistas: os lenços anti-bactérias. Há embalagens grandes e embalagens de bolsa, que são fáceis de manusear.

É permitido entrar com álcool-gel nos parques, sem o menor problema.

 

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

 

Atualização em 10/03/2020: Os parques instalaram dispensers de alcool gel em vários locais, estão limpando os scanners de digitais nas catracas e seguem com procedimentos de higienização, que normalmente já são bastante criteriosos.

 

Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today
Coronavírus nos parques de Orlando
Foto: WDW News Today

 

Em caso de qualquer tipo de sintoma, acione seu Seguro-Saúde.

 

Atualização em 10/03/2020: Algumas seguradoras se manifestaram sobre as regras do Seguro-Saúde para um caso como este. Abaixo, segue informativo da Travel Ace, uma das seguradoras com a qual trabalhamos. Se esta não é a sua contratada, recomendamos verificar direto com a sua seguradora para saber quais são as regras dela.

 

Coronavírus nos parques de Orlando

 

Atualização em 12/03/2020: Após decretada a pandemia, algumas seguradoras se manifestaram sobre as regras do Seguro-Saúde para um caso como este. Abaixo, segue informativo da GTA e da Travel Ace, seguradoras com as quais trabalhamos. Se estas não são a sua contratada, recomendamos verificar direto com a sua seguradora para saber quais são as regras dela.

 

Coronavírus nos parques de Orlando

Coronavírus nos parques de Orlando

 

Os parques soltaram comunicados oficiais para reembolso de ingressos comprados. Confira abaixo:

 

Caso tenha ingressos para o Medieval Times adquiridos conosco, entre em contato com a consultora que lhe atendeu para que possamos analisar cancelamento junto ao estabelecimento.
Caso tenha ingressos para jogos da NBA adquiridos conosco, entre em contato com a consultora que lhe atendeu para que possamos analisar cancelamento junto ao estabelecimento.

 

Para quem está com viagem marcada nos próximos dias, além de seguir as recomendações acima, nossa sugestão é ficar em constante contato com a Cia Aérea para buscar informações sobre seu voo.

Da nossa parte, estamos acompanhando a situação de perto e atualizaremos este post em caso de novidades.

 

A LIVE abaixo foi feita minutos antes dos parques anunciarem o fechamento:

 

 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/informacoes-sobre-o-coronavirus-em-orlando/feed/ 0 18022
Como usar os Fast Pass e as Magic Bands https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-usar-os-fastpass-e-as-magicbands-tudo-em-um-so-lugar/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-usar-os-fastpass-e-as-magicbands-tudo-em-um-so-lugar/#comments Sun, 22 Mar 2020 09:56:00 +0000 http://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=513 E aí, pessoal! Tudo bem?

Em 23/01/14, a Disney finalizou o uso do Legacy Fast Pass, o famoso “fura-fila” de papel. Ele foi substituído integralmente pelo Fastpass+. O melhor benefício deste novo sistema é poder agendar os FastPass com antecedência à viagem e já sair do Brasil com tudo planejado.

 

3

 

Hóspedes de hotéis localizados dentro do Complexo Disney podem agendar com 60 dias de antecedência à data do Check In no hotel. O sistema permite agendar para todos os dias da viagem de uma única vez.

Já os hóspedes de hotéis localizados fora do Complexo Disney podem agendar com 30 dias de antecedência. Outra diferença é que o sistema não permite agendar para todos os dias da viagem de uma única vez. Ele vai permitindo os agendamentos sempre nos exatos 30 dias de antecedência a cada visita aos parques.

O uso do Fast Pass é gratuito, seja para hóspedes dos hotéis da Disney ou não. Independente de ser hóspede dos hotéis da Disney ou não, todos têm direito a agendar antecipadamente 3 Fast Pass.

Quanto mais perto da data de abertura do sistema você agendar, melhor, pois assim, garante que conseguirá disponibilidade nas atrações mais cheias dos parques e em horários bons. Quanto mais demorar para realizar os agendamentos, pior, pois sobrarão apenas as atrações que não costumam ficar tão cheias assim e nos piores horários possíveis. O sistema libera os agendamentos dentro dos prazos citados acima, exatamente às 07h da manhã de Orlando.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Caso não consiga fazer os agendamentos com antecedência, você pode fazê-los quando chegar aos parques, através do aplicativo My Disney Experience ou em totens espalhados pelos parques. Porém, quanto antes agendar, você terá mais opções de horários e mais chances de conseguir vaga para as atrações mais concorridas.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

A primeira coisa que deve ser feita é a abertura de uma conta no site da Disney. Clique aqui para acessar o site.

Após acessá-lo, clique em Create Account e insira seus dados pessoais. Lembre-se de anotar a senha cadastrada, pois ela será necessária durante a viagem, quando você estiver utilizando o aplicativo My Disney Experience.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Após criar a conta, é hora de inserir os dados necessários para o sistema entender como é a sua viagem: quem viajará com você, qual tipo de ingresso você tem, se é hóspede de hotel Disney ou não…

Descanse o mouse em cima da palavra My Disney Experience e clique em My Plans. Aqui vale a dica de colocar o site no idioma Português, clicando na parte superior da tela como mostra a imagem abaixo.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Após clicar em Meus Planos, é hora de inserir a sua Lista de Família e Amigos. Clique em Adicionar uma Pessoa e vá inserindo o nome e data de nascimento de todos que irão viajar com você.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

O sistema dará três opções para buscar pessoas no My Disney Experience. Clique na terceira opção, que indica que os nomes de cada um serão inseridos por você mesmo. E adicione os dados pessoais de cada viajante, um a um.

Importante: o sistema não aceita acentos, pontos e vírgulas. Digite todos os nomes e sobrenomes sem acentos.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Incluídos todos os viajantes na conta, é hora de linkar os ingressos de cada pessoa na conta. Aqui, vale mencionar que menores de 3 anos de idade não precisam de ingressos para entrar nos parques, então, para eles não há necessidade de realizar tal procedimento.

Para proceder com a linkagem dos tickets, você precisará ter o código dos ingressos Disney em mãos. Este código deve ser fornecido pela agência na qual você realizou a compra dos mesmos. Sem os ingressos linkados na conta não é possível realizar o agendamento dos Fast Pass.

Para identificar a numeração dos ingressos, basta consultar o voucher oficial Disney (enviado pela agência no momento da compra dos ingressos), onde há uma numeração com código de barras.

Caso você receba o ingresso físico no momento da compra, no verso dele há um código e este deve ser inserido no sistema.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands
Exemplo de voucher oficial Disney
Como usar os Fast Pass e as Magic Bands
Exemplo de ingresso físico

 

Tendo os ingressos em mãos, para linká-los na conta, basta clicar em Meus Planos novamente e ir na seção de Ingressos, clicando em Vincular Ingressos.

Na página seguinte, você deverá inserir o código de cada ingresso físico ou o código de cada voucher que possui em mãos.

O sistema é bem fácil de mexer e ajuda bastante, inclusive, inserindo imagens de exemplos de versos de tickets físicos e de vouchers, como mostra a segunda imagem abaixo, mais à direita.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Inserido o código dos ingressos, é obrigatório vincular cada um à cada viajante que consta em sua Lista de Família e Amigos.

Neste momento, havendo crianças no seu grupo, é preciso prestar bastante atenção para não vincular um ticket de adulto à uma criança. Esteja atento para não cometer este erro.

Caso queira saber se a vinculação deu certo e se todos os ingressos estão associados às pessoas correspondentes, basta clicar em Meus Planos novamente e ir na Seção Ingressos e Memory Maker, conforme mostra a tela abaixo:

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Esta seção vai mostrar todos os ingressos que estão vinculados na sua conta.

Observe que há indicação das principais regras de cada um: idade do viajante, data de validade do ticket e nome do viajante ao qual aquele ingresso está vinculado. Em alguns casos, há um botão chamado Reassign Ticket, que permite realizar uma troca de viajante dono daquele ingresso, caso você tenha feito a vinculação de forma incorreta.

Dica importante: a linkagem do ingresso costuma não funcionar através do aplicativo My Disney Experience. Sempre dá um errinho e é comum ver muitas pessoas não conseguindo fazer. Por isso, antecipe-se e faça ainda no Brasil, através de um computador.

 

 

Caso você seja hóspede de hotel fora do Complexo Disney, após completar sua Lista de Família e Amigos e linkar os ingressos na conta, você já estará apto a agendar os Fast Pass.

Caso seja hóspede de hotel dentro do Complexo Disney, ainda precisa fazer um último passo, que é a vinculação da reserva do hotel na conta.

Esta parte é um pouco chatinha e é onde pode acontecer mais problemas, pois você precisa ter os dados corretos utilizados no momento da reserva do hotel e muitas agências sequer têm acesso a isso para passar para o cliente. Portanto, antes de fechar a reserva de hotel com qualquer agência/agente de viagens, certifique-se que eles estarão aptos a passar para você os dados necessários para agendamento de Fast Pass.

São eles: nome e sobrenome exatamente como foram inseridos na reserva do hotel, código oficial Disney da reserva do hotel (aqui não adianta ser um código de controle interno da agência de viagens. Precisa ser o código oficial Disney) e telefone exatamente como foi inserido na reserva do hotel.

Sem estes dados ou com dados incorretos o sistema não reconhecerá a reserva do hotel e, consequentemente, não reconhecerá que você tem direito a agendar os Fast Pass com 60 dias de antecedência. Isso é de extrema importância!

Com estes dados em mãos, basta ir em Meus Planos novamente e clicar em Vincular Reserva de Hotel.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Insira os dados da reserva e, caso o sistema apresente erro, contate imediatamente a agência/agente de viagens responsável por sua reserva de hotel para que eles possam verificar o que está acontecendo.

Se a agência de viagens realmente se importar com o cliente, eles vão pegar o problema para eles e eles mesmos irão ligar para a Disney para verificar o que está impossibilitando a linkagem do hotel na conta. Se a agência não se importar com o cliente, eles darão uma desculpa qualquer e caberá a você ligar para a Disney para agilizar a resolução do problema. O telefone de atendimento é 00 21 1 407 939-7765.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Para conferir se a linkagem da reserva de hotel deu certo, basta retornar em Meus Planos e verificar se ela consta em seu itinerário diário e se o ícone da seção de Hotel ficou azul, conforme os demais.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Importante: faça todos os procedimentos acima e deixe a sua conta pronta antes de chegar o dia de agendar os Fast Pass, pois caso haja algum erro, você ainda tem tempo de resolver junto à Disney ou à agência de viagens contatada.

Conta pronta, é hora de iniciar os agendamentos dos Fast Pass!

Para isso, vá em Meus Planos, na seção de Fast Pass, e clique em Adicionar Novo Fast Pass.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Os agendamentos de Fast Pass só podem ser feitos para os números de dias dos ingressos adquiridos, ou seja, se seu ingresso é o Disney Basic 4 Days, você só tem direito a agendar para 4 dias da viagem. Se seu ingresso é o Disney Basic 5 Days, você só tem direito a agendar para 5 dias da viagem, e assim por diante.

Já se o seu ingresso é o da modalidade Hopper, ou seja, que permite visitar mais de um parque por dia, o sistema não permitirá agendar 3 Fast Pass por parque, mas sim, por dia. Então, você precisará escolher qual parque que deseja agendar os Fast Pass com antecedência. Recomenda-se agendar logo para o primeiro parque do dia.

Saber com antecedência quais atrações você deseja agendar facilitará muito a sua vida. Como é permitido agendar para apenas 3 atrações com antecedência, escolha muito bem estas três dentre as mais concorridas para não desperdiçar nenhum Fast Pass. Falamos mais sobre este tema neste post aqui.

Para o Magic Kingdom você pode escolher qualquer atração da lista abaixo. Já para os parques Epcot, Animal Kingdom e Hollywood Studios, há uma restrição: você deve escolher uma atração do grupo 1 e duas atrações do grupo 2, conforme descrito abaixo.

As atrações disponíveis para agendamento de Fast Pass são:

 

MAGIC KINGDOM

Barnstormer
Big Thunder Mountain Railroad
Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin
Dumbo the Flying Elephant
Enchanted Tales with Belle
Haunted Mansion
It’s a small world
Jungle Cruise
Mad Tea Party
The Magic Carpets of Aladdin
The Many Adventures of Winnie the Pooh
Meet Ariel at Her Grotto
Meet Cinderella and a Visiting Princess at Princess Fairytale Hall
Meet Rapunzel and a Visiting Princess at Princess Fairytale Hall
Meet Mickey Mouse at Town Square Theater
Meet Tinker Bell at Town Square Theater
Mickey’s PhilharMagic
Monster’s Inc. Laugh Floor
Peter Pan’s Flight
Pirates of the Caribbean
Seven Dwarfs Mine Train
Splash Mountain
Space Mountain
Tomorrowland Speedway
Under the Sea Journey of the Little Mermaid

 

EPCOT:

Grupo 1 (selecionar 1 atração)

Epcot Forever
Frozen Ever After
Soarin’
Test Track

Grupo 2 (selecionar 2 atrações)

Disney Pixar Movies
Journey into Imagination with Figment
Living with the Land
Mission: SPACE
Spaceship Earth
The Seas with Nemo & Friends
Turtle Talk with Crush

 

HOLLYWOOD STUDIOS:

Grupo 1 (selecionar 1 atração)

Milennium Falcon: Smmuglers Run
Slinky Dog Dash
Mickey and Minnie’s Runaway Railway

Grupo 2 (selecionar 2 atrações)

Alien Swirling Saucers
Rock ‘n’ Roller Coaster Starring Aerosmith
Fantasmic!
Beauty and the Beast – Live on Stage
Voyage of the Little Mermaid
For the First Time In Forever: A Frozen Sing-Along Celebration
The Twilight Zone Tower of Terror
Star Tours – The Adventures Continue
Muppet Vision 3D
Disney Junior Dance Party
Indiana Jones Epic Stunt Spectacular!
Toy Story Midway Mania!

 

ANIMAL KINGDOM:

Grupo 1 (selecionar 1 atração)

Avatar Flight of Passage
Avatar Na’vi River Journey

Grupo 2 (selecionar 2 atrações)

Dinosaur
Expedition Everest
Kali River Rapids
Kilimanjaro Safaris
Primeval Whirl
It’s Tough to Be a Bug!
Festival of the Lion King
Finding Nemo – The Musical
Rivers of Light
Adventurers Outpost (foto com Mickey e Minnie)
Up! A Great Bird Adventure

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

No momento do agendamento, aparecem “janelas” de horários para que você escolha a melhor opção de acordo com suas preferências. Atrações regulares oferecem um intervalo de 1h para entrar e teatros/musciais oferecem um intervalo menor, de cerca de 20 minutos de antecedência ao horário do show.

Procure ficar atento para não agendar Fast Pass para horários que você já tem algo programado ou em horários de shows e paradas.

Após clicar em Adicionar Novo Fast Pass, é hora de escolher quem vai entrar junto na atração. Aqui, você tem a opção de selecionar todos os integrantes da família ou fazer algum tipo de divisão, caso queira.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Selecionadas as pessoas, basta clicar em Próximo e iniciar a escolha das atrações e horários disponíveis. Aqui, vale alinhar as expectativas, conforme mencionamos no começo do post, pois se o seu agendamento for realizado muito próximo à data da viagem, as chances de não conseguir vaga nas atrações mais cheias são enormes.

Escolha a data em que irá visitar o parque e o parque que irá visitar naquela data.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Após isso, o sistema irá gerar as opções de atrações e horários ainda disponíveis para a data desejada. Basta escolher o que deseja e pronto. Seus Fast Pass estarão agendados!

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

É comum o sistema não apresentar todos os horários disponíveis nesta tela inicial, então, para consultar mais horários, clique em Ver Detalhes e Mais Horários. Novas opções vão aparecer.

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Caso nenhum dos horários apresentados lhe atenda, você pode pegar o mais próximo possível do desejado e tentar uma modificação posteriormente. Às vezes (não é certo), fazendo este macete de mudança de horário já agendado, o sistema costuma gerar outras possibilidades. Não é certo, mas não custa nada tentar.

Selecione o horário desejado e clique em Confirmar. Pronto! Seus agendamentos estão feitos e ficarão expostos na área de Meus Planos, ali em Itinerário Diário.

Faça o mesmo procedimento para os dias/parques da Disney restantes em sua programação pessoal.

Caso queira, pode escrever os horários e atrações em suas anotações para poder memorizar os agendamentos, porém, seu planejamento ficará salvo em sua conta Disney e você poderá ter acesso durante a viagem utilizando o aplicativo do My Disney Experience em seu celular ou acessando a internet de um computador/laptop normal mesmo.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Caso você mude os planos e precise alterar a data de visita ao parque ou até mesmo a atração e/ou o horário agendado inicialmente, basta acessar a conta e fazer a modificação.

É comum que um agendamento feito não tenha agradado o usuário, por isso, a Disney oferece a possibilidade de alterar os Fast Pass agendados, seja a atração ou o horário. Por isso, se você não ficou satisfeito com seu agendamento e dias depois decidiu mudá-lo, sem problemas. E se você, ao longo do dia no parque, notar que não conseguirá atender a algum Fast Pass agendado, também é possível alterá-lo.

Para isso, vá em Meus Planos, na seção de Fast Pass, e clique em Ver ou Atualizar.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

As seleções já feitas irão aparecer e você deverá clicar em Ver Detalhes, para então clicar em Modificar.  Após isso, deverá escolher qual viajante necessita desta modificação e, por fim, poderá escolher se desejará modificar o horário da atração ou até mesmo modificar esta atração por outra.

Nesta seção também é possível cancelar o agendamento feito ou adicionar participantes, caso você tenha esquecido de inserir alguém no agendamento inicial.

E todo este procedimento de mudança de Fast Pass também pode ser feito através do aplicativo My Disney Experience. Basta acessar o app, ir em My Plans, clicar na seção de Fast Pass e clicar em Change Fast Pass.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Neste vídeo, mostramos alguns “macetes” que o sistema de Fast Pass permite fazer legalmente:

 

 

Pronto, agora que você já tem a sua conta pronta e os Fast Pass agendados, vamos pular para a parte onde você precisa saber como proceder quando chegar em Orlando.

Primeiro de tudo, você precisa saber que há um procedimento especial com os ingressos Disney. Não basta só chegar e sair entrando no parque com o voucher impresso! É preciso realizar a troca do voucher antes de visitar o primeiro parque Disney. No vídeo abaixo explicamos tudo sobre este tema:

 

 

Após realizar o procedimento acima, é hora de entrar no parque e começar a usar os Fast Pass:

Durante aquele período agendado você vai à atração, se dirige à fila específica (Fast Pass Return ou Fast PassEntrance) e encosta seu ingresso (ou pulseira MagicBand) no totem. Dando “sinal verde”, basta entrar na atração sem precisar esperar na fila.

Atrações regulares oferecem um intervalo de 1h para entrar e teatros/musciais oferecem um intervalo menor, de cerca de 20 minutos de antecedência ao horário do show. Você pode chegar a qualquer momento dentro deste intervalo de horário na atração e entrar sem pegar fila UMA ÚNICA VEZ.

Não é possível usar o recurso minutos antes nem minutos depois, por isso, fique de olho no relógio!

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Pronto! Agora é só ficar de olho no relógio para não perder o horário do seu próximo agendamento e curtir o parque!

Para finalizar o post, vamos responder algumas perguntas que são muito frequentes:

Respostas para hóspedes de hotéis FORA do Complexo da Disney:

 

1) Eu também posso ter as pulseiras MagicBands ou elas são apenas para uso de hóspedes dos hotéis da Disney?

Sim, você também pode ter as pulseiras, mesmo não sendo hóspede dos hotéis da Disney. Basta comprá-las.

 

2) Preciso adquirir as pulseiras MagicBands?

Não é obrigatório. O sistema que existe dentro das pulseiras é o mesmo usado nos tickets dos parques, então, caso não queira comprar as pulseiras, não há problema, pois seus Fast Pass agendados estarão configurados no ticket (ingresso físico dos parques) da Disney. Caso opte por usá-las, você não pode esquecê-las no hotel em dias que for aos parques da Disney. Como elas funcionam como ingresso, você não será capaz de entrar nos parques se não estiver com elas.

 

3) Caso eu queira adquiri-las, onde compro e quanto custa?

Você pode comprar sua pulseira MagicBand em qualquer loja nos parques da Disney ou em Disney Springs, o complexo de entretenimento da Disney. Basta escolher a sua cor, ir ao caixa e pagar cerca de U$13,00. O próprio funcionário da loja fará o link entre seu ticket (ingresso do parque) e a pulseira. A partir deste momento, você não precisará mais usar o seu ticket para absolutamente nada. Você entrará nos parques da Disney usando a pulseira e entrará nas atrações que tenha Fast Pass agendado usando a pulseira também.

 

 

4) Vale a pena comprar as pulseiras MagicBands?

Em nossa opinião, sim, pois elas dão conforto ao usuário. Como elas ficarão presas ao seu pulso durante toda a viagem (pode tomar banho e entrar na piscina com elas), não há o risco de perder ou esquecer no hotel, como os ingressos, e também não há necessidade de ficar mexendo na mochila a todo momento para pegar os tickets de toda a família. As pulseiras servem como um facilitador.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

5) Chegarei ao meu hotel e as pulseiras já estarão em meu quarto?

Não. Isto só acontece para hóspedes dos hotéis da Disney. Você precisará comprá-las na primeira loja Disney que visitar.

 

6) Poderei utilizar a pulseira como chave do meu quarto de hotel e como cartão de crédito nas lojas e restaurantes da Disney?

Não. Isto só acontece para hóspedes dos hotéis da Disney. Você precisará utilizar a chave do seu quarto fornecida pelo hotel e utilizará dinheiro ou seu cartão de crédito/débito pessoal para realizar os pagamentos.

 

3

 

Os hóspedes de hotéis do Complexo Disney possuem muitos benefícios com o sistema.

– Ganham, sem custo, uma pulseira MagicBand para cada integrante da família assim que chegarem ao hotel. Elas estarão aguardando por você no Check In.

– Munidos da pulseira, elas servem como chave do quarto, cartão de crédito, ingressos dos parques, Fast Pass, créditos de Dining Plan e Memory Maker.

 

MyMagic+ Takes the Guest Experience to a New Level with MagicBands

 

A cor padrão das pulseiras é cinza, por isso, caso queira que a sua seja de uma cor diferente, é preciso fazer a customização no site da Disney. Isso pode ser feito ainda no Brasil.

Acesse sua conta, vá em Meus Planos e clique em Minhas Magic Bands/Cartões.

Será exibida a tela de solicitação da sua MagicBand. Clique na opção Confirm Shipping Address. Confirme seu endereço do Brasil em Edit Address.

Serão exibidos os nomes das pessoas contidas na reserva. Clique no botão ao lado de cada nome para customizar a pulseira de todos, uma a uma. Será aberta a tela para escolher a cor da pulseira e nome a ser impresso. Faça as escolhas e clique em Save.

Concluído este processo para todos os membros, você receberá estas cores de MagicBands ao fazer seu Check In no hotel.

Lembrando que as pulseiras são produzidas fora de Orlando e levam um tempo para serem entregues no hotel, portanto, a Disney solicita que a customização das pulseiras seja feita alguns dias antes do Check In. Nossa dica é fazer com até 3 semanas de antecedência à viagem para não correr riscos. Se não der tempo, você receberá a pulseira na cor cinza.

 

Como usar os Fast Pass e as Magic Bands

 

Todas as despesas incluídas na MagicBand (compras em lojas ou refeições em restaurantes) serão automaticamente transferidas para a sua conta do hotel Disney, e o pagamento, tanto das diárias e despesas no hotel quanto das lojas e restaurantes, será feito no momento do Check Out do hotel.

Nas lojas ou restaurantes com serviço de balcão, você encosta a sua pulseira na máquina e depois digita o Pin (senha de 4 dígitos) gravada no seu check in no hotel. Nos restaurantes com serviço de garçom, um aparelho semelhante a um celular é encostado na sua pulseira. A senha Pin também será requisitada. Caso tenha intenção de usar este recurso, memorize esta senha.

 

2

 

Ao entrar no primeiro parque Disney a ser visitado, quem já estiver com a pulseira MagicBand em mãos (hóspedes de hotéis da Disney), deverá passar a pulseira no sensor e escanear um dedo para colher a impressão digital. A partir daí, todos os dias você deve passar a pulseira e passar o mesmo dedo (memorize qual foi o dedo scaneado a primeira vez). Para quem optou por não comprar a pulseira MagicBand (hóspedes de hotéis fora da Disney), o mesmo processo será feito com o ingresso, ao invés da pulseira. Assim que a luz verde acender, sua entrada no parque está liberada.

Acessórios para decoração das pulseiras MagicBand estão disponíveis para venda em lojas no complexo Disney e variam entre U$ 7 e U$ 16. A compra não é obrigatória.

As pulseiras são todas do mesmo tamanho, mas elas podem ser reduzidas para as crianças. Existe uma indicação atrás da pulseira em vários idiomas indicando que aquela parte pode ser removida para deixar a pulseira com tamanho menor.

 

 

Até o próximo post!

 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 

 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-usar-os-fastpass-e-as-magicbands-tudo-em-um-so-lugar/feed/ 30 513
O que um hóspede de hotel da Disney precisa saber https://www.rumoaorlando.com.br/blog/o-que-um-hospede-de-hotel-da-disney-precisa-saber-tudo-em-um-so-lugar/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/o-que-um-hospede-de-hotel-da-disney-precisa-saber-tudo-em-um-so-lugar/#comments Sun, 22 Mar 2020 09:31:17 +0000 http://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=6787 POST ATUALIZADO EM 11/03/2020

 

E aí, pessoal. Tudo bem?

Muitas são as dúvidas de quem optou por se hospedar dentro do Complexo da Disney.

Quais são as vantagens que terei? Quais são os benefícios? Como funciona o sistema de transporte? O que tenho que fazer para usufruir deste recurso? O que tem dentro do quarto? São muitas dúvidas que recebemos.

Por este motivo, resolvemos nos hospedar uma noite no hotel Disney’s All Star Movies e utilizar todos os benefícios que um hóspede de hotel da Disney tem para fazer este post completo, relacionando tudo o que você precisa saber sobre este tema.

 

DSC_1235

 

Os hóspedes de hotéis da Disney têm direito a diversos benefícios que quem se hospeda em hotéis comuns não têm, como por exemplo, a possibilidade de agendamento dos Fast Pass com maior antecedência, utilização de horas extras nos parques, utilização de transporte gratuito para os parques da Disney, Disney Springs e aeroporto, recebimento gratuito das pulseiras Magic Bands, dentre outros.

Neste vídeo falamos sobre todos os benefícios:

 

 

Veja abaixo todas as etapas que irão ocorrer, caso você venha a se hospedar dentro do Complexo Disney.

 

1- Escolha do hotel Disney e reserva das diárias

 

A primeira etapa é a escolha do hotel. A Disney possui diversas opções, que variam entre econômicos, moderados e luxuosos. Obviamente, para cada categoria os preços das diárias variam, podendo ir de U$200 a U$1,000.

Para escolher a melhor opção, em nossa opinião, três considerações são necessárias: estimativa de gastos com hospedagem, temática e localização. Temos posts sobre a grande maioria dos hotéis da Disney no Blog, então, clicando aqui você tem acesso aos nossos reviews. Com certeza, eles vão ajudar na escolha.

Após escolher o hotel de sua preferência, é hora de efetuar a reserva. Nós podemos ajudar com nossos serviços de agência de viagem. Para solicitar uma cotação, clique aqui.

Nesta etapa, é importante saber o período da hospedagem e, ainda mais importante, ter em mente que o horário de Check In só começa a partir das 16h e o horário do Check Out é somente até às 11h.

Os hotéis da Disney possuem galpões próprios para armazenamento de bagagens, por isso, se seu voo chega muito cedo a Orlando ou sai muito tarde no retorno ao Brasil, leve em consideração a possibilidade de utilizar este serviço, que é gratuito. Basta avisar no balcão da recepção que deseja utilizar.

Vale mencionar que, mesmo utilizando o galpão do hotel para armazenamento das bagagens, se seu quarto não estiver pronto antes do horário de Check In, somente as malas ficarão armazenadas. Sua família não poderá entrar no quarto antes do horário permitido.

O mesmo acontece no dia do retorno ao Brasil. O horário de saída do quarto é, impreterivelmente, até às 11h.

Se você não deseja ter este inconveniente, ao fazer a reserva do hotel, opte por considerar diárias a mais para o dia da chegada e partida.

Neste vídeo, falamos um pouco sobre este tema, tão importante, mas ao mesmo tempo, não levado em consideração pela maioria dos turistas.

 

 

2- Reserva do Disney’s Magical Express

 

A Disney oferece transporte gratuito nos trechos aeroporto de Orlando x hotel Disney e hotel Disney x aeroporto de Orlando. Se sua ideia é não alugar carro para o período da sua viagem ou então, alugar somente durante alguns dias da viagem, o uso do Disney’s Magical Express é uma boa saída para fazer os trechos mencionados acima.

Para usufruir deste benefício, ao efetuar a reserva do hotel avise o seu agente de viagem para que ele possa considerar esta informação na reserva e possa reservar sua vaga no ônibus.

Caso opte por fazer a reserva do hotel diretamente no site da Disney, haverá um campo no site para você selecionar seu desejo pela utilização do Magical Express, bem como considerar todas as informações da Cia Aérea, horário dos voos e hotel reservado.

Saiba mais sobre este serviço aqui.

 

 

3- Planejamento da viagem no My Disney Experience

 

Com a reserva efetuada, o sistema (ou seu agente de viagem) irá gerar o voucher oficial da Disney, onde constarão todas as informações de sua hospedagem. E a partir desta etapa, você já estará apto a iniciar o planejamento de sua viagem no site My Disney Experience clicando aqui.

Para residentes nos EUA, a Disney faz um mimo. Manda um livreto com todas as informações da viagem para a sua residência e um imã de geladeira dizendo que o dia da chegada ao hotel é um dia para se lembrar. Veja o que recebemos:

 

DSC_1315

DSC_13182

DSC_1319

 

O sistema integrado da Disney é uma maravilha e você não deve dispensar o uso dele, pois ele ajudará (e muito) na excelência da sua viagem.

Abra uma conta no sistema clicando aqui. É gratuito e basta inserir alguns dados pessoais. É possível alterar o idioma do sistema para facilitar o entendimento e assim, conseguir atender as solicitações com mais facilidade. A abertura da conta é muito simples e o sistema é bastante autoexplicativo.

 

mde

 

Com a conta aberta, é hora de iniciar o planejamento da sua viagem no sistema. Confira todas as etapas a serem realizadas e veja no vídeo a seguir o passo a passo para fazê-las.

 

3 A – Cadastro de todos os integrantes da família:

É importante que todos os integrantes da família estejam cadastrados na mesma conta, assim, todas as informações da viagem ficam no mesmo lugar e o acesso, posteriormente, pelo aplicativo My Disney Experience durante a viagem, fica mais fácil.

 

3 B – Cadastro de sua reserva de hotel:

Para que o sistema “entenda” que os Fast Pass podem ser agendados com 60 dias de antecedência, é preciso cadastrar a reserva do hotel na conta. Caso contrário, o sistema só permitirá iniciar os agendamentos com 30 dias de antecedência, fazendo com que você não usufrua do benefício que tem. Inserir a reserva do hotel na conta também permitirá você fazer o Check In Online.

 

3 C – Check In Online:

Efetuar o Check In Online no sistema com antecedência de 60 dias à viagem permitirá que você escolha a localização do seu quarto. Isso ajuda muito, pois os Resorts Disney são enormes e nada mais chato do que ficar em um quarto longe da praça de alimentação e dos pontos de ônibus e ter que andar cerca de 10 a 15 minutos para chegar a estes locais.

A dica é selecionar quartos no primeiro andar, perto da praça de alimentação e perto dos pontos de ônibus para evitar o cansaço. Caso precise de algo na recepção do hotel ou na lojinha, seu quarto também estará próximo.

Além disso, há a possibilidade de avisar ao hotel que tem interesse no Early Check In e/ou no Late Check Out. Há um campo onde é possível indicar o horário previsto de sua chegada e partida do hotel. Isso fará com que o hotel já esteja ciente de sua preferência pelo quarto pronto antecipadamente e/ou pela necessidade de ficar um pouco a mais no quarto no dia de ir embora. Porém, a Disney deixa bem claro que este pedido pode não ser atendido, caso o hotel esteja sem disponibilidade de quartos. Selecionando seu interesse pelo Early Check In e/ou pelo Late Check Out, a escolha do local do quarto será deixada em segundo plano.

Neste vídeo explicamos como fazer:

 

 

3 D – Customização das Magic Bands:

A cor original das pulseiras Magic Bands é cinza. Existem outras possibilidades também (rosa, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e as estampadas, que são pagas à parte), porém, para que elas sejam entregues no hotel na cor desejada, é preciso customizá-las ainda no Brasil.

O ideal é que esta customização seja feita logo que o cadastro da reserva do hotel seja realizado no My Disney Experience, para que dê tempo da customização ser concluída. Já tivemos clientes que fizeram a customização na semana da viagem e não deu tempo da Disney providenciar as cores diferenciadas das pulseiras. Por isso, o quanto antes fizer (de preferência com 60 dias de antecedência à viagem), mais garantido de conseguir.

Os nomes de cada integrante da família também podem ser incluídos na parte de dentro da pulseira e isso é essencial para que elas não sejam trocadas ao longo da viagem, caso alguém da família tenha escolhido a mesma cor.

Para residentes no Brasil, as pulseiras são entregues no Check In do hotel.

Para residentes dos EUA, elas podem ser enviadas para a sua residência. Optamos por receber no hotel para que tivéssemos a mesma experiência que nossos clientes possuem, ou seja, recebê-las somente no momento do Check In.

Veja neste vídeo como reduzir o tamanho da pulseira, caso tenha alguma criança em sua família:

 

 

3 E – Cadastro dos ingressos:

Para poder realizar o agendamento dos Fast Pass e utilizar a pulseira Magic Band como ingresso dos parques Disney durante a viagem, é necessário cadastrar os ingressos dos parques Disney em sua conta. Desta forma, o sistema “entenderá” que você já possui ingressos e liberará o agendamento dos Fast Pass.

Caso os ingressos tenham sido adquiridos no Brasil, é preciso que estejam cadastrados em sua conta no My Disney Experience para que a pulseira já esteja funcionando para entrada nos parques quando chegar a Orlando.

Caso os ingressos venham a ser adquiridos somente quando chegar a Orlando, os mesmos precisam ser cadastrados em sua conta logo após a compra.

Sem o cadastro dos ingressos no sistema, o agendamento dos Fast Pass não será autorizado e as pulseiras não funcionarão nos parques.

Para realizar o cadastro dos ingressos no sistema, é necessário ter o voucher oficial da Disney, que precisa ser providenciado pela agência de viagem na qual seus ingressos estão sendo adquiridos. Caso adquira diretamente no site da Disney, logo após a compra, o voucher oficial será enviado para o seu email.

Fizemos um post completo explicando toda esta parte. Clique aqui para conferir.

Adquira seus ingressos em nossa loja online clicando aqui.

 

3 F – Agendamento dos Fast Pass:

Os Fast Pass são o sistema de fura-fila dos parques Disney. Eles são gratuitos e todos podem fazer, desde que tenham ingressos comprados.

Hóspedes de hotéis Disney têm uma vantagem: agendam os Fast Pass na frente de todos, garantindo assim, fura-fila para as melhores atrações e ótimos horários.

Fizemos um post completo explicando toda esta parte. Clique aqui para conferir.

Veja neste video o passo-a-passo para fazer os itens 3 A, B, C, D, E e F acima:

 

 

3 G – Link das reservas de restaurantes:

Caso você possua reservas em restaurantes, também pode inclui-las na sua conta no My Disney Experience. E o ideal é que inclua mesmo, pois assim, fica tudo linkado em sua conta para acesso durante a viagem pelo aplicativo.

Alguns restaurantes da Disney só permitem entrada mediante reserva feita e outros são tão concorridos, que sem reserva, a entrada será bem difícil. Por isso, o ideal é escolher os restaurantes de sua preferência e correr para fazer as reservas, que se iniciam com 180 dias de antecedência e logo se esgotam.

Caso já tenha a conta no site My Disney Experience aberta, antes de iniciar as reservas de restaurante, faça login na sua conta e digite o nome do restaurante na lupa de busca. Assim, conseguindo a vaga no restaurante desejado, esta reserva já constará em sua conta, ficando tudo linkado.

Caso abra a sua conta no My Disney Experience somente após já ter feito as reservas dos restaurantes, vá em My Reservations e clique em Link Reservations para que todas as suas reservas de restaurantes possam constar na conta.

 

dining

 

No vídeo a seguir explicamos como fazer reservas em restaurantes da Disney.

Solicite nosso serviço de Concierge aqui. Iremos ligar diretamente para a Disney para localizar as vagas para os restaurantes e datas desejados.

 

 

3 H – Memory Maker:

O Memory Maker é o sistema de fotos pago da Disney.

Optando por comprar o Memory Maker, faça a compra estando logado em sua conta para que o plano de fotos já fique linkado automaticamente na sua conta. Assim, bastará chegar em Orlando e iniciar o uso através da pulseira Magic Band que você receberá no hotel.

Caso opte por comprar o Memory somente ao chegar a Orlando, o próprio atendente da loja Disney (parques, hotéis ou Disney Springs) onde a compra está sendo feita irá linkar o Memory Maker em sua conta no My Disney Experience para que o uso possa ser feito diretamente nas pulseiras Magic Bands.

Estando todos os integrantes da família cadastrados na mesma conta, o Memory Maker cadastrado nesta mesma conta poderá ser utilizado por todos os integrantes da família. Mesmo que estejam separados no parque, poderão usufruir dos fotógrafos cadastrando as fotos em suas pulseiras Magic Bands e todas as fotos irão para a mesma conta.

Nestes vídeos explicamos como funciona o Memory Maker funciona:

 

 

3 I – Download do aplicativo para uso no celular:

Após realizar todos os procedimentos no My Disney Experience, faça o download do aplicativo de mesmo nome em seu celular. Assim, você poderá ter acesso a todas as informações referentes aos parques e hotéis da Disney relativos à sua viagem diretamente em seu celular.

 

 

4- Chegando ao aeroporto de Orlando

 

Caso tenha optado por utilizar o serviço de transporte do ônibus Magical Express, ao chegar ao aeroporto de Orlando, você deverá se dirigir para o Terminal B, no Andar 1 (Ground Transportation), onde se localiza o balcão de Check In do ônibus. É preciso apresentar a reserva do hotel e a reserva do ônibus, ambas feitas pela agência de viagem ou por você no sistema da Disney. Desta forma, sua entrada é liberada no ônibus.

No balcão de Check In, após apresentar a documentação acima, sua família será direcionada para os pontos de ônibus, localizados na área externa do aeroporto. Vale mencionar que existe a possibilidade de o ônibus não ser o temático (aquele azul retrô já conhecido por muitos). Como a operação do transporte é feita pela empresa Mears, esteja ciente que seu traslado pode ser feito em um ônibus amarelo e não o da Disney. Já vimos isso acontecer com clientes nossos e podemos confessar… foi frustrante. Bad show, Disney. Portanto, alinhe sua expectativa quanto a isso.

 

No trajeto aeroporto x hotel, as televisões do ônibus apresentam informações úteis para a sua viagem e hospedagem na Disney. É bem bacana e já vai aumentando a expectativa para as tão sonhadas férias.

O atendimento no Check In do Magical Express é feito em inglês. Existe a possibilidade de ser atendido por um Cast Member (funcionário da Disney) que fale português, porém, isso não é garantido.

 

maxresdefault

 

5 – Chegando ao hotel Disney:

 

Caso tenha optado por não usar o Magical Express e tenha ido do aeroporto para o hotel de carro, os hotéis possuem o Check In Parking, que é o estacionamento próprio para quem está fazendo o Check In no hotel. Nele, é permitido ficar estacionado apenas por 15 minutos. Após isso, seu carro deve ser retirado deste local e estacionado em outro estacionamento, preferencialmente, mais próximo do seu quarto.

 

DSC_1287

 

Na recepção do hotel, há duas possibilidades de fila: a de Check In e a de Online Check In. Ambas fazem o mesmo atendimento. A única diferença é que a fila de Online Check In costuma ser mais vazia.

 

Fila normal de Check In
Fila normal de Check In
Fila do Online Check In, especial para quem já fez o Check In com antecedência no site My Disney Experience.
Fila do Online Check In, especial para quem já fez o Check In com antecedência no site My Disney Experience.

 

Neste momento, é preciso apresentar a sua reserva de hotel, um documento com foto e um cartão de crédito internacional como garantia caução (o mesmo será utilizado pelo hotel caso haja algum dano em seu quarto).

Sua reserva será verificada no sistema e as Magic Bands serão entregues. Uma para cada hóspede do quarto. Elas servirão como chave do quarto, ingresso dos parques e acesso às atrações nas quais os Fast Pass foram agendados.

 

As pulseiras não vêm mais em caixas, como era feito logo no lançamento delas. Agora, elas vêm apenas neste formato.
As pulseiras não vêm mais em caixas, como era feito logo no lançamento delas. Agora, elas vêm apenas neste formato.

 

Além disso, há também a possibilidade de cadastrar uma senha Pin no momento do Check In para que despesas que venham a ser feitas em lojas e restaurantes do Complexo Disney possam ser consideradas em sua conta do hotel, para serem pagas no Check Out. Isso não é uma obrigatoriedade. Caso não queira agir desta forma, não há problema. Basta informar ao atendente no momento do Check In que não deseja usufruir deste benefício e pagará suas despesas em restaurantes e lojas em dinheiro mesmo.

Esta senha Pin pode ser utilizada também por quem adquiriu o Disney Dining Plan, que é o plano de refeições da Disney, que já explicamos como funciona aqui.

Caso tenha adquirido o Disney Dining Plan, você receberá a sua Mug Disney, a caneca na qual poderá beber água, café, chá, chocolate quente e refrigerantes ilimitadamente pelo hotel. Esta caneca é para uso somente no hotel Disney. Elas não funcionam nos parques.

Caso não tenha adquirido o Disney Dining Plan, você pode comprar as Mugs na praça de alimentação do hotel por cerca de U$ 16.99 (valor em 2016) e utilizar da mesma forma, ou seja, ilimitadamente, somente no hotel durante todo o período da sua hospedagem.

 

As Mugs são vendidas na praça de alimentação do hotel.
As Mugs são vendidas na praça de alimentação do hotel.

 

No Check In também é entregue um mapa do hotel, onde é possível localizar o quarto, as áreas comuns (praça de alimentação, piscinas, loja, pontos de ônibus e lavanderia) e os estacionamentos próximos aos quartos, que facilitam a vida de quem está de carro.

 

DSC_1242

 

Se você optou pelo uso do Magical Express, recomenda-se confirmar no momento do Check In se está tudo certo para o dia do retorno ao aeroporto, no fim da viagem.

 

Os problemas mais comuns que acontecem no Check In são:

– Quartos em alas diferentes – É comum que uma família grande reserve mais de um quarto. Fique de olho na ala do hotel escolhida para que a família tenha a possibilidade de ficar em quartos o mais próximo possível. Por exemplo, se a família reservou dois quartos e um deles for na ala da Pequena Sereia e o outro for na ala do Nemo, ambas no hotel Disney’s Art of Animation, não haverá possibilidade de os quartos serem próximos, pois estas áreas são longe uma da outra. Verifique o mapa do hotel antes de efetuar as reservas e/ou solicite quartos na mesma ala.

– Reservas duplas com mudança de quarto – É comum que uma família se hospede mais de 15 dias em um hotel Disney e possua duas reservas diferentes para uma única viagem. Isso acontece, pois o sistema da Disney não costuma permitir uma reserva de mais dias do que este período citado acima. Vemos muitas famílias chegando a Orlando com duas diárias para apenas um quarto. O problema disso é a possibilidade de ser obrigado a mudar de quarto quando a primeira reserva terminar e ficar em quarto diferente do primeiro durante todo o período da segunda reserva. Para reduzir a possibilidade disso acontecer, verifique se as duas reservas que você possui são para a mesma ala do hotel. E confirme no momento do Check In no hotel sobre esta possibilidade, solicitando para que a mesma não aconteça. Tudo dependerá da disponibilidade de quartos do hotel.

– Solicitação de berço para o quarto – É comum que uma família tenha bebês bem pequenos. Os quartos não são equipados com berços, porém, os mesmos podem ser solicitados. Faça isso no momento da reserva e no momento do Check In Online. Ao fazer o Check In no hotel, confirme com o atendente se o pedido do berço foi atendido. Os berços fornecidos, geralmente, são os móveis e dobráveis. Não há custo por isso.

– Impossibilidade de entrar no quarto cedo e impossibilidade de sair do quarto tarde nos dias do Check In e Check Out – tema explicado anteriormente.

– Dificuldade com o inglês – O atendimento no Check In do hotel é feito em inglês. Existe a possibilidade de ser atendido por um Cast Member (funcionário da Disney) que fale português, porém, isso não é garantido.

– Não customização das Magic Bands – Caso você não tenha feito a customização das pulseiras no My Disney Experience dentro do prazo, a chance de receber as pulseiras na cor padrão (cinza) é grande. Isso pode frustrar algumas pessoas. Já tivemos clientes que passaram por isso, mas, após conversarmos com o atendente, o mesmo providenciou novas pulseiras na loja do hotel. Mas, precisou ter uma bela de uma conversa (em inglês)…

 

 

6 – Chegando ao quarto do hotel:

 

A pulseira Magic Band servirá como chave do quarto. Para abrir a porta, basta encostar o Mickey que existe na parte superior da pulseira no Mickey que existe em cima da maçaneta da porta do quarto. Quando os dois Mickeys se tocarem e ficarem verde, a porta abrirá.

 

DSC_1296

 

A grande maioria dos quartos possui duas camas de casal, porém dependendo da quantidade de hóspedes por quarto, pode haver apenas uma cama de casal, como foi no nosso caso.

 

DSC_1243

 

Outra diferença neste quarto que ficamos no All Star Movies foi o banheiro, que ao invés de possuir banheira, como a grande maioria dos hotéis da cidade, era adaptado para deficientes físicos (mesmo nós não tendo feito esta solicitação).

 

DSC_1246

 

Todos os quartos possuem cofre e são equipados com utensílios, como secador de cabelo, tábua de passar roupa e ferro.

 

DSC_1249

DSC_1255

 

Além disso, possuem frigobar, que vem vazio, diferentemente de diversos hotéis no Brasil. Sobre o frigobar, temos uma história muito engraçada.

Uma cliente nossa veio para Orlando bem receosa com relação ao quarto, pois uma amiga dela falou que “passou 15 dias no All Star sem geladeira no quarto. Um absurdo! Como um hotel da Disney não possui frigobar?”. Pois bem… nossa cliente veio receosa, mesmo nós tendo afirmado que o quarto do All Star possui sim frigobar. O que acontece é que eles costumam ficar dentro do armário localizado abaixo da televisão. A tal da amiga ficou os 15 dias sem abrir aquele armário e não viu que o frigobar estava ali dentro…

 

DSC_1250

DSC_1251

 

As camareiras limpam o quarto diariamente e sugere-se deixar gorjeta para elas. Costuma-se dar cerca de U$2 ou U$3 por dia. Deixe ao lado da televisão, que elas já saberão do que se trata.

Caso não queira serviço de quarto em algum dia, basta utilizar a placa de “Não perturbe”, colocando ela na maçaneta da porta do lado de fora. Neste dia, suas toalhas não serão trocadas, fique atento a isso.

 

DSC_1244

 

7 – Passeando pelo hotel:

 

Os hotéis da Disney são um espetáculo à parte, independente da categoria escolhida. Passear pelo hotel será uma atração. Não deixe de passear pelos prédios vizinhos ao seu, que certamente, possuem uma temática diferente, em se tratando dos hotéis econômicos.

 

DSC_1293

DSC_1290

DSC_1278

DSC_1302

 

Uma dica importante é não esquecer a pulseira Magic Band dentro do quarto, assim, você poderá entrar no quarto no retorno do passeio.

Outra coisa importante a se fazer, logo no primeiro dia de hospedagem, é se familiarizar com a praça de alimentação, a lojinha e os pontos de ônibus. Veja o que tem disponível para comer, beber, vender e bem como veja como é o funcionamento e localização dos pontos de ônibus.

 

DSC_1291

DSC_1289

 

8 – Tomando café da manhã no hotel:

 

Os hotéis da Disney não incluem café da manhã na diária. O pagamento desta e de outras refeições que venham a ser feitas na praça de alimentação ou em algum restaurante do hotel será feito à parte.

A praça de alimentação dos hotéis Disney oferece comidas, lanches e itens para café da manhã. Além disso, há as baias de bebidas, que oferecem café, refrigerantes, chocolate quente, chás e água.

Há micro-ondas e torradeiras disponíveis para os hóspedes.

Confira aqui neste post um almoço que fizemos na praça de alimentação no hotel Disney’s Port Orleans Riverside.

 

DSC_1277

DSC_1274

DSC_1273

DSC_1270

DSC_1262

DSC_1263

DSC_1259

DSC_1260

 

9- Utilizando os ônibus para ir aos parques e Disney Springs:

 

Hóspedes dos hotéis Disney podem usufruir do transporte gratuito que faz os trechos hotel x parques, parques x hotel, hotel x Disney Springs, Disney Springs x hotel e parque x parque.

 

 

É importante mencionar que eles não fazem os trajetos hotel x hotel (exemplo: All Star x Contemporary Resort), por isso, caso você esteja hospedado em um hotel e tenha reserva de refeição em outro hotel Disney, por exemplo, terá de fazer baldeação em algum parque.

O mesmo acontece para ir dos parques para Disney Springs. Como os ônibus não fazem os trajetos parque x Disney Springs e Disney Springs x parque, é preciso fazer baldeação em algum hotel antes.

O uso dos ônibus é muito simples. Para pegá-los em seu hotel, basta seguir até os pontos de ônibus e localizar a placa com o nome do seu destino. Entre na fila específica e aguarde o ônibus chegar. Há totens exibindo os horários em que o próprio ônibus para cada destino chegará.

 

DSC_1285

DSC_1281

DSC_1282

DSC_1284

 

Na saída dos parques e Disney Springs, há placas grandes (como esta abaixo), exibindo uma relação de hotéis Disney e identificando cada um por números. Localize o seu hotel e identifique o número dele. Logo mais à frente destas placas ficam os pontos de ônibus. Siga para o ponto que possui o número do seu hotel.

 

Foto: easywdw
Foto: easywdw

 

Antes de entrar no ônibus, sempre verifique no letreiro se ele está indo para o local correto.

As filas nos pontos de ônibus costumam ser grandes e há horários para a chegada dos ônibus, por isso, recomendamos chegar aos pontos com cerca de 30 minutos de antecedência ao horário em que realmente deseja sair do local onde está.

Caso opte por ir para os parques Disney de carro, hóspedes de hotéis Disney não pagam estacionamento. Basta mostrar a pulseira Magic Band na catraca de pagamento para que possa ser identificado o não-pagamento. Atualmente, os estacionamentos custam cerca de U$25 em cada parque.

 

DSC_1279

 

10- Fazendo o Check Out:

 

No fim da viagem, é preciso fazer o Check Out do hotel. Porém, ao contrário de muitos hotéis em Orlando, nos hotéis da Disney não há necessidade de ir até o balcão para “avisar” que você está indo embora.

Basta sair do quarto dentro do horário permitido, ou seja, às 11h, com todos os seus pertences. Também não há necessidade de devolver as pulseiras Magic Bands.

Elas são suas e podem ser utilizadas em uma nova viagem, pois não têm data de validade. Bastará cadastrar os novos ingressos da nova viagem em sua conta no My Disney Experience onde elas constam como Active. Consulte se estão mesmo na seção de Magic Bands da conta.

Caso seu voo saia muito tarde, considere a possibilidade de pagar uma diária a mais de hotel ou utilizar os galpões para armazenamento de bagagens, conforme explicado no vídeo sobre este tema.

 

11- Utilizando o Magical Express para o retorno ao Brasil:

 

Caso tenha optado por ir do hotel para o aeroporto no Disney’s Magical Express, fique de olho na porta do seu quarto cerca de dois ou três dias antes do dia do seu Check Out, pois o hotel deixará um envelope com os dados do ônibus. Neste documento, constarão os dados do seu voo e o horário no qual você deverá comparecer ao ponto de ônibus. Caso não receba este envelope dentro deste prazo, vá até a recepção e avise.

 

DSC_1261

DSC_1254

 

O ponto de ônibus do Magical Express costuma ficar na lateral externa dos hotéis e não no local de chegada, que é na frente do hotel, salvo exceções.

 

DSC_1286

 

Recomenda-se chegar com 40 minutos de antecedência ao horário que consta no documento entregue no quarto para fazer o Check In da Cia Aérea, ou seja, pesar e despachar todas as suas malas e já ter o cartão de embarque do voo em mãos. E com isso, entrar no ônibus apenas com a sua mala de mão. Maravilha este benefício!

As Cias Aéreas participantes são limitadas: Alaska Airlines, American Airlines, Delta Air Lines, JetBlue Airways, Southwest Airlines e United Airlines.

 

No hotel há um balcão específico para fazer a pesagem e despacho de malas diretamente para a Cia Aérea.

 

O horário que consta no documento entregue no quarto é para a saída do ônibus do hotel. Ele sai no horário marcado mesmo, sem atrasos ou esperas. É importante mencionar a possibilidade de paradas em hotéis vizinhos ao seu antes de ir, de fato, para o aeroporto, que fica a cerca de 45 minutos do Complexo Disney.

Quem já despachou as malas no hotel, ao chegar ao aeroporto deverá se dirigir diretamente para os portões de segurança e conferência de passaporte, sem necessidade de fazer o Check In novamente no balcão da Cia Aérea no aeroporto.

A Disney calcula o tempo de viagem e o horário do ônibus para saber qual deles será o mais adequado para cada família. Eles garantem que haverá tempo suficiente para que todos peguem seus voos sem atrasos. Mas, recomendamos que fiquem atentos, principalmente, com relação a estas possíveis paradas que o ônibus fará em outros hotéis pelo caminho. Caso o horário que consta no documento recebido no quarto não atenda à recomendação de chegar ao aeroporto com 3h de antecedência ao voo, avise na recepção do hotel que deseja sair antes.

DSC_1310

 

Se hospedar em um hotel da Disney é muito bacana e completa o clima de magia que a cidade de Orlando e seus parques temáticos oferecem, porém, é preciso seguir algumas dicas importantes para que esta magia não vire pesadelo. As mais importantes, em nossa opinião são:

– Não deixe de fazer o Check In Online no My Disney Experience para que possa escolher a localização do seu quarto. Isso será essencial para você não se cansar ainda mais, percorrendo os longos caminhos nos hotéis, que são gigantescos.

– Não se iluda achando que os ônibus que levam para os parques e Disney Springs serão apenas para a sua família. Não serão. Eles serão divididos com todos os hóspedes do hotel e isso fará com que a possibilidade de ir em pé nos trajetos de ida e volta para os parques seja grande. Isso, em nossa opinião, é a pior coisa que pode acontecer após um dia cansativo de parque.

– Não reserve o hotel Disney por apenas 4 dias apenas por causa do benefício dos ônibus para ir para os 4 parques da Disney nestes dias. Economiza? Sim! Você não pagará estacionamento nestes dias. Mas, em compensação, você pagará um hotel mais caro (sim, os hotéis da Disney são muito mais caros do que os hotéis “normais”) e se cansará muito fazendo esta maratona de 4 parques Disney seguidamente. Eles são os mais cansativos, enormes e com shows noturnos que encerram bem tarde. Reserve 5 diárias e faça 4 parques, tendo assim, a possibilidade de colocar um dia de descanso (Disney Springs) no meio.

– Aproveite o benefício de poder agendar os Fast Pass com 60 dias de antecedência. Não deixe de marcá-los realmente no dia em que o sistema abre para o período da sua viagem. Isso fará com que você consiga bons horários em atrações muito concorridas. Quem está hospedado fora de hotel Disney geralmente não consegue agendamentos para tais atrações.

– Aproveite o benefício de poder fazer o despacho de suas malas e Check In da Cia Aérea ainda no hotel. Isso facilita e otimiza seu tempo no aeroporto no retorno para o Brasil.

– Alinhe suas expectativas quanto ao uso das Extra Magic Hours. No vídeo abaixo falamos sobre o que realmente achamos deste “benefício”.

 

 

Esperamos que vocês tenham gostado deste post, que ficou enorme, mas repleto de informações úteis para fazer com que você não passe sufoco nas suas férias. Compartilhe com seus amigos para que mais pessoas tenham acesso a este mundo de informações e dicas valiosas.

Você também pode gostar destes vídeos:

 

 

Até o próximo post!

 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/o-que-um-hospede-de-hotel-da-disney-precisa-saber-tudo-em-um-so-lugar/feed/ 6 6787
Aluguel de carro – Tudo o que você precisa saber em um só lugar https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-alugar-carro-em-orlando-tudo-o-que-voce-precisa-saber-em-um-so-lugar/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-alugar-carro-em-orlando-tudo-o-que-voce-precisa-saber-em-um-so-lugar/#comments Sun, 22 Mar 2020 09:17:00 +0000 http://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=10337 POST ATUALIZADO EM 11/03/2020

 

E aí, pessoal! Tudo bem?

O post de hoje vai explicar TUDO o que você precisa saber para alugar um carro nos EUA.

O assunto é MUITO extenso, por isso, o post vai ficar grande. Tenha paciência, leia tudo com atenção até o final, pois temos certeza de que todas as suas dúvidas serão sanadas aqui.

Muitas vezes vamos nos referir aos locais como “EUA”, mas tenham em mente que nosso foco aqui é Orlando. 😉

 

 

Quando devo providenciar a locação do carro?

 

Ainda no Brasil.

Não deixe para alugar o carro ao chegar ao aeroporto, pois os preços são altíssimos. E, efetuando a reserva ainda no Brasil, há a possibilidade de parcelar o pagamento, o que não ocorre nos EUA.

Já tivemos a experiência de deixar para alugar somente ao chegar em Orlando e podemos afirmar que o valor é muito mais alto, podendo ser até o dobro do que o que seria pago no Brasil.

A solução que encontramos na hora para fugir deste preço altíssimo foi ligar para nossa operadora de viagem e solicitar a locação em caráter de emergência. Ela resolveu tudo em questão de minutos e assim, pudemos pagar um valor justo e parcelado.

Resultado: nunca mais deixamos para alugar o carro na hora. A melhor escolha é, sem dúvida, fazer tudo antecipadamente.

Assim que você souber o período certo em que estará viajando, já pode entrar em contato com seu agente de viagem e solicitar a cotação.

 

 

Quais informações preciso ter em mãos para solicitar a cotação?

 

– Período completo da viagem
– Qual tipo de carro deseja locar
– Quantas pessoas e malas irão dentro do carro
– Se vai ser necessária a inclusão do GPS ou não
– Quais seguros devo escolher
– Local de retirada e devolução

 

 

Qual tipo de carro devo escolher?

 

A escolha de qual tipo de carro deseja locar é muito pessoal, afinal, cada pessoa tem um gosto, um sonho (muitas sonham em dirigir um carro esportivo), um bolso e quantidade de pessoas/malas.

É super importante estar atento à quantidade de malas que a família irá trazer (e levar de volta) para não alugar um carro, por exemplo, esportivo, que não tenha espaço nem para duas malas.

As opções de carro disponibilizadas pelas locadoras são organizadas por categorias e não por carros. Ou seja, você está alugando a categoria e não o carro apresentado no site (ou apresentado pela operadora/agência de viagem). Por isso, eles sempre mencionam “ou similar” ao lado do nome do carro.

Isso significa que ao alugar, por exemplo, um carro da categoria Compacto, você pode pegar um Ford Focus (visto na cotação), porém, na hora, ele pode não estar disponível e você sairá da locadora com um Nissan Versa, por exemplo, que é o similar da mesma categoria.

As categorias, geralmente, são:

 

1- Econômico

Estes são os que, como o nome já diz, são os mais em conta. São carros bem pequenos, indicados para uma família de 4 pessoas, porém, sem malas.

Como isso nunca acontece em uma viagem a Orlando, onde, no mínimo, cada pessoa viaja com 2 malas, você tem duas saídas se estiver com o orçamento cabendo apenas nesta categoria: fazer duas viagens ao aeroporto (o que não recomendamos, pois é longe – cerca de 40 minutos da região turística da cidade e em uma estrada repleta de pedágios) ou contratar uma transportadora para carregar suas malas, tanto na chegada quanto na partida.

Já alugamos um carro desta categoria em uma viagem com 3 adultos. Foi um Kia Rio. O resultado no fim da viagem você confere na foto abaixo… Por fim, resolvemos contratar o transfer de malas, pois ficamos com medo de sermos parados pela polícia no caminho para o aeroporto. 🙁

 

 

2- Compacto

Estes se assemelham muito aos da categoria anterior, porém, com um pouco mais de porta-malas. Geralmente, são carros do tipo sedan, como o Ford Focus e o Versa, da Nissan, mas podem não ser sedan também, como já aconteceu conosco uma vez, quando recebemos um Chevrolet Sonic nesta categoria.

Comportam muito bem um casal com 4 malas e caem no mesmo problema de espaço para uma família de 4 pessoas, por exemplo. Tem que ficar atento e ter sempre o contato de uma transportadora em mãos para casos de emergência, pois realmente, não vale a pena fazer duas viagens ao aeroporto.

 

Porta-malas do Chevrolet Sonic

 

3- MidSize

Particularmente, não vemos muita diferença para a categoria anterior, porém, eles dizem que há mais porta-malas. Exemplo de carro para esta categoria: Toyota Corolla ou Elantra, que já pegamos e acomoda com folga 2 pessoas + 2 malas grandes + 2 malas de mão + 2 mochilas.

 

 

4- FullSize

Esta categoria é indicada para uma família com 5 pessoas, porém, não se iluda achando que comportará 2 malas grandes de cada pessoa, pois não dá. Pense que o carro estará completamente cheio de pessoas na parte da frente e sobrará apenas o porta-malas de um um Chevrolet Malibu, por exemplo. Ou seja: não comporta 10 malas grandes.

 

 

5- Minivan

Se você está viajando com um grupo de 6 pessoas, por exemplo, os carros desta categoria comportam super bem. Já alugamos uma vez e foi super tranquilo levar as malas de todo mundo, pois os últimos bancos são reversíveis. As opções mais comuns desta categoria são o Toyota Sienna (alugamos este) ou o Dodge Grand Caravan.

 

 

6- Van de 15 lugares

É preciso estar atento à quantidade das malas, pois se a sua família for de realmente 15 pessoas, sobrará espaço para apenas 2 malas grandes. Faça as contas de quantos bancos tem neste tipo de carro para não ser surpreendido. Um exemplo dele é o Ford Transit Wagon.

 

 

7- SUV

Estes são uma categoria mais luxuosa, indicada para famílias com 5 pessoas. Você poderá pegar, por exemplo, um Jeep Grand Cherokee ou um Ford Escape. Em uma viagem para Washington, estivemos com um carro desse em um grupo de 7 pessoas, um cachorro e mais as malas. Foi preciso colocar algumas delas em cima do carro. rsrs 🙂

 

 

8- Conversível

Aqui, se encaixam Mustangs e similares. É preciso ter muito cuidado com a quantidade de malas, pois este tipo de carro quase não possui porta-malas. São minúsculos!

Já alugamos um Mustang uma vez, na Califórnia, e foi o tamanho certo para apenas um casal. Se tivesse mais uma pessoa na família, ela iria totalmente apertada nos bancos de trás. Malas? Nem pensar. 🙁

 

 

9- Muscle Car

É MUITO importante estar atento a esta categoria de carro para não cair em duas roubadas: alugar o carro da categoria anterior achando que é Muscle Car (Conversíveis são diferentes de Muscle Cars) e achar que ele comportará todas as suas malas.

Alugamos um Muscle Car apenas uma vez, um Dodge Challenger. O porta-malas dele é ridículo. Não existe outra palavra para expressar isso. É ridículo mesmo. rsrsrs 🙂 Não cabe nada!

Se você tem o sonho de dirigir este ou qualquer outro carro desta categoria, nossa dica é: faça somente se você estiver em um casal. Se tiver mais de duas pessoas na família, será necessário contratar o transfer de malas, pois a parte de trás deste tipo de carro é bem apertada.

É importante ressaltar que não são todas as locadoras que alugam o carro exato que você deseja. Por exemplo: nós queríamos o Dodge Challenger. Apenas ele. Queríamos ser o Vin Diesel por alguns dias. kkkk 🙂 Então, tinha que ser ele e nada mais. Não adiantava “alugar a categoria”. Tínhamos que alugar o carro em si, para garantir que não viria um Corvette, por exemplo. Por isso, tivemos que fazer uma busca de qual locadora poderíamos especificar qual carro desejávamos. Somente a Hertz faz a locação desta forma e na reserva eles especificam esta particularidade. Eles descrevem a categoria como Adrenaline Collection.

 

 

Incluo GPS ou não?

 

Esta decisão também é muito pessoal. Mas, o fato é: ficar dependendo do mapa de papel que a locadora deixa dentro do carro é coisa do passado! Quando você vai para uma cidade que não conhece no Brasil, você usa mapa de papel? Se a resposta for “não”, leve em consideração o mesmo pensamento para uma viagem internacional.

As formas mais fáceis e práticas de se situar nos caminhos que percorrerá durante as férias são com o GPS ou com aplicativos como Waze e Google Maps.

O GPS pode ser alugado diretamente na locadora e incluído na sua reserva, ainda no Brasil. Caso tenha um aparelho em casa, você pode levar tranquilamente para a viagem. Só não deixe de levar a nota Fiscal de compra dele para assegurar na Receita Federal, no retorno ao Brasil, que ele não foi comprado nesta viagem e não deve, portanto, entrar na sua cota de compras.

Já para quem opta por utilizar os aplicativos Waze e Google Maps, deve ficar atento ao seguinte: você precisará de internet para utilizá-lo e, consequentemente, precisará de um chip telefônico internacional para que a rede móvel funcione. Então, é preciso já sair do Brasil com o chip telefônico comprado.

Se a sua ideia é comprar o chip ao chegar ao aeroporto de Orlando, esqueça. Não há lojas que vendem este tipo de produto por lá. Já se sua ideia é comprar o chip ao longo da viagem, em alguma loja da cidade, tenha em mente que isso só será feito após a saída do aeroporto, ou seja, você não saberá como se locomover no trajeto aeroporto x loja telefônica. Portanto, antecipe-se e compre o chip telefônico ainda no Brasil. Clique aqui para adquirir o seu.

 

 

Como escolher os seguros?

 

Esta é uma das partes que as pessoas mais têm dificuldade. São muitas opções de seguro e, uma coisa é certa, alugar o carro sem eles é certeza de dor de cabeça, caso aconteça algum acidente. E não é só porque você está de férias que eles não podem acontecer, viu? 🙂

Caso você já saia do Brasil com o aluguel do carro feito, pode acontecer de chegar ao balcão da locadora para retirar o veículo e perceber que o atendente vai acabar “empurrando” mil seguros novos para você e dizer que os que você tem não são suficientes. Isso é comum. Não se assuste.

O importante, nestes casos, é manter a calma e estar firme em sua decisão de não precisar de mais nada além do que o que seu agente de viagem recomendou ainda no Brasil.

Lembre-se sempre que o atendimento no balcão das locadoras é feito em inglês, salvo exceções em que há algum funcionário disponível que arrisque um “portunhol”.

 

Abaixo, você confere os tipos de seguros oferecidos pelas locadoras:

1- LDW (Loss Damage Waiver)

Este é o seguro mais básico de todos e cobre danos por colisão ou vandalismo, bem como roubos. É preciso ficar atento a este seguro, pois ele não cobre danos a terceiros, ou seja, caso você se envolva em um acidente com terceiros (pessoas ou veículos), você terá que arcar com as despesas do acidente. E aí, o céu é o limite, quando se trata de assistência médica a pessoas nos EUA, conforme falamos neste vídeo.

2- CDW (Collision Damage Waiver) – este é um dos mais recomendados por operadoras/agências de viagens.

Similar ao seguro anterior, porém, com um ponto negativo: não cobre roubos e vandalismo.

3- ALI / EP (Additional Liability Insurance) – este é um dos mais recomendados por operadoras/agências de viagens.

Mais completo que o seguro LDW, este cobre os danos a terceiros não cobertos no primeiro seguro mencionado acima.

4 – PAI (Personal Accident Insurance)

Neste, as despesas médicas mencionadas no primeiro seguro acima são cobertas.

5- PEP (Personal Effects Protection)

Similar ao seguro anterior, porém, também tem cobertura a furtos de bagagens que porventura estejam dentro do carro.

 

 

Onde retiro e devolvo o carro alugado?

 

Se a sua ideia é ficar com o carro durante todo o período da viagem, o ideal é retirar e devolver no aeroporto, que é onde seu voo chegará e de onde ele partirá.

Já se você pretende ficar com o carro em apenas parte da viagem, algumas outras opções estão disponíveis, apesar de muitas pessoas não terem conhecimento sobre isso.

O cenário mais comum é relativo a quem se hospeda em hotéis dentro da Disney, que oferecem transporte gratuito em ônibus para o aeroporto de MCO.

A pessoa se transporta do aeroporto para o hotel utilizando o ônibus Disney’s Magical Express, visita os 4 parques da Disney no começo da viagem e, após o quinto dia, retira o carro alugado para fazer os passeios fora do Complexo da Disney, como os parques da Universal Studios e compras, por exemplo. Falamos sobre os impactos deste tipo de viagem nestes vídeos:

 

 

Neste cenário, já vimos muitos clientes nossos pedindo para ir até o aeroporto no meio da viagem para retirar o carro, sem a menor necessidade. Eles só mudam de ideia quando, com nossa ajuda durante as consultorias que prestamos, têm conhecimento de que existem outros locais de retirada mais próximos da região turística da cidade.

Alguns hotéis da International Drive e da US 192 (Kissimmee) possuem pontos de retirada de carros, com locadoras como a Alamo, por exemplo.

Mas, o local mais comum e 100% indicado para quem vai fazer a programação exemplificada acima é o Disney’s Car Care Center, um posto de retirada e devolução de carros localizado dentro da Disney, mais especificamente, em frente ao parque Magic Kingdom.

Além de ser perto dos hotéis do Complexo, o Car Care Center oferece shuttle gratuito: basta agendar na recepção do seu hotel a data e a hora do transporte, que vem um veículo para pegar você e sua família no hotel e levar para a locadora. O mesmo acontece quando é devolução de carro: o shuttle pode deixar você tanto no hotel, quanto em algum parque ou em Disney Springs.

Os agendamentos precisam ser feitos com pelo menos uma hora de antecedência ao horário desejado. Fique atento aos horários de funcionamento:

Funcionamento do Car Care Center: de segunda à sexta-feira das 06h às 20h / sábados e domingos das 06h às 18h.

Funcionamento do Shuttle: de segunda à sexta-feira das 06h às 19:30h / sábados e domingos das 06h às 17:30h.

 

 

Vale mencionar que o Disney’s Car Care Center pode ser utilizado por qualquer pessoa e não somente por hóspedes de hotéis de dentro do Complexo Disney, e que para retirar ou devolver carros neste local é preciso fazer a locação com as locadoras Alamo ou National, apenas.

Outra coisa importante é que, por ser um espaço bem menor do que as locadoras do aeroporto, as opções de carro por lá são infinitamente menores. Tem que ficar atento a isso, caso queira alugar, por exemplo, um Muscle Car. Pode ser que lá nem tenha este tipo de carro no período da sua viagem.

 

 

Como é feita a retirada do carro?

 

Siga o passo-a-passo dado no vídeo abaixo para sair do avião e chegar até à locadora, dentro do aeroporto.

 

 

No balcão da locadora, entregue toda a documentação exigida (reserva, CNH e cartão de crédito internacional válidos) para que seja liberada a sua entrada no galpão onde os carros ficam estacionados.

 

 

Neste galpão, direcione-se para a fileira de carros da categoria escolhida. As chaves dos veículos ficam dentro dos mesmos. Take your time para ajeitar tudo dentro do carro: bancos, retrovisores, GPS, cadeirinha de criança (se aplicável), malas… tudo deve estar na mais perfeita ordem para sair de dentro do galpão. Faça tudo com calma.

Os documentos entregues no balcão da locadora são os documentos do carro e devem permanecer dentro do porta-luvas durante toda a viagem. A carteira de habilitação será exigida novamente na catraca de segurança do estacionamento. Assim, eles atestam mesmo que você é um locatário.

 

 

Como é feita a devolução do carro?

 

Insira no GPS ou Waze/Google Maps o endereço do aeroporto e, ao chegar à região, você já localizará diversas placas. Siga as placas do Terminal da sua Cia Aérea e, sem seguida, as de Rental Car Return. Após entrar nesta área, siga as placas da locadora de carro contratada.

 

 

Você entrará em um estacionamento e nele, deverá parar e desligar o carro. Virá um funcionário da locadora para fiscalizar o carro e atestar que o mesmo foi devolvido.

Neste momento, você pode ir retirando todas as bagagens do carro. Confira se não esqueceu nada dentro dele e e entregue as chaves para o funcionário. Estando tudo certo com o carro, você já está liberado. Este procedimento de devolução do carro não costuma durar nem 20 minutos.

Se você tomou alguma multa ao longo da viagem, esta despesa será debitada no cartão de crédito cadastrado na locadora no momento da retirada do carro, no início da viagem.

 

 

Nossa dica é selecionar a opção de devolver o carro com o tanque abastecido, pois o valor da gasolina nos postos fora do aeroporto são muito mais em conta do que os preços praticados pelas locadoras. Portanto, nada de devolver o carro com o tanque vazio!

 

Após a devolução do carro, você deverá seguir as placas de Terminal e All Gates para poder fazer o Check-In na sua Cia Aérea, que abre, geralmente, com 3h de antecedência ao horário do voo.

 

 

Dicas para aluguel de carro em Orlando

 

** Nunca dirija sem as cadeirinhas veiculares, caso haja crianças na sua família.

É obrigatório o uso de cadeirinha veicular para crianças de até 3 anos. Já os mais velhos, de 3 a 5 anos, precisam usar o Booster. A partir dos 6 anos, o uso do Booster é opcional.

Estas são regras de trânsito americanas, podendo gerar multa para o condutor do veículo, caso não sejam seguidas. A maioria das locadoras oferece as cadeirinhas, com pagamento de taxa extra, quando solicitado no momento da retirada do veículo.

Caso você não queira alugar a cadeirinha junto com o carro, vemos apenas duas saídas possíveis: trazer a cadeirinha (ou booster) que você usa no Brasil, pois estes itens não contam como uma mala na sua cota de bagagem (eles são despachados como itens adicionais e não costumam ser cobrados – reconfirme com sua Cia Aérea) ou fazer a compra deste item em sites americanos, como Walmart e Amazon, por exemplo, e mandar entregar em uma empresa de redirecionamento americana que se comprometa a ir até o aeroporto entregar para você.

Não recomendamos de forma alguma fazer o trajeto aeroporto x mercado – para comprar a proteção veicular – sem a cadeirinha (ou booster), pois neste trajeto você pode ser parado pela polícia e… ferrou!

 

 

** Estude as leis de trânsito americanas – as básicas, pelo menos.

Ninguém quer levar uma multa, não é mesmo? Então, para que isso não ocorra, você deve saber, ao menos, o básico do básico. Já fomos parados por policiais duas vezes em Orlando e, acredite, não é um “programa” que recomendamos a ninguém. É tenso demais! Hoje, é história para contar, mas na hora, nós tremíamos! 🙂

Tenha em mente que algumas regras são diferentes nos EUA. Temos dois vídeos que vão te ajudar:

 

 

** Apenas com a sua carteira de habilitação brasileira é possível dirigir nos EUA

Muitas pessoas acham que é necessário tirar a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Balela! Não é preciso você ter este custo no Brasil e muito menos perder seu preciso tempo tirando este documento. A sua carteira de habilitação brasileira (CNH) válida é aceita nos EUA e não há problema algum em utilizá-la durante todo o período da sua viagem de férias. Vale mencionar que a carteira de habilitação DIGITAL não é aceita nos EUA.

 

 

** Motoristas com idade abaixo de 25 anos pagam mais caro

Por serem motoristas menos experientes, as locadoras cobram uma taxa extra de seguro das pessoas que possuem de 18 a 25 anos. Este valor é alto (pode chegar a cerca de U$ 45 por dia) e, se o seu agente de viagens não for bom, você só saberá disso quando for fazer a retirada do carro. Se você está nesta faixa de idade e quer dirigir nos EUA, esteja preparado para arcar com esta despesa. Nós já pagamos e doeu no bolso… Ai, como doeu!

 

 

** Você vai precisar de um cartão de crédito internacional para retirar o veículo na locadora

Se você não tiver um cartão de crédito internacional no nome da pessoa responsável pela reserva, você não poderá retirar o carro na locadora. Por exemplo: se a reserva do carro que a Rebeca e o Felipe vão utilizar está em nome da Rebeca, a Rebeca deverá possuir um cartão de crédito internacional válido no nome dela para que seja autorizada a retirada do carro. E ela tem que ser a motorista principal, sendo o Felipe o motorista adicional. Não adianta insistir. Esta é a regra.

Lembre-se de, antes de viajar, habilitar o uso do cartão no exterior junto à operadora do mesmo, caso contrário, ele poderá ser bloqueado. O cartão de crédito é utilizado como uma “caução” e você só será cobrado nele em caso de multas ao longo da viagem.

A garantia “caução” não pode ser dada em dinheiro. Não adianta insistir. Esta é a regra.

 

 

Independente de qual for a sua escolha de carro ou de locadora, uma coisa é certa: ficar sem carro em Orlando vai LIMITAR MUITO a sua viagem . Orlando é uma cidade feita para se andar de carro.

 

 

Podemos ajudar com alguns serviços relacionados neste post. Clique abaixo para solicitar sua cotação:

– Aluguel de Carro
– Chip Telefônico (empresa parceira)
– Transfer de Malas e/ou de Pessoas (empresa parceira)

 

Esperamos que este post tenha tirado todas as suas dúvidas sobre este tema. O importante é ter sempre em mente que as leis de trânsito nos EUA são rígidas e as punições acontecem.

Por isso, faça tudo certo: não dirija sem carteira de habilitação, não dirija com a carteira vencida, não dirija se você não for o motorista principal nem o adicional, não tente burlar as regras, não dirija com crianças no banco traseiro sem cadeirinha ou booster, não dirija com malas no colo (ultrapassando o limite adequado de malas do carro), não contrate transfers ilegais (isso pode dar problema não somente para o motorista como também para você), não ultrapasse os limites de velocidade, não estacione em local proibido… E por aí vai.

 

Até o próximo post!

 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-alugar-carro-em-orlando-tudo-o-que-voce-precisa-saber-em-um-so-lugar/feed/ 7 10337
Seguro-Viagem é um item imprescindível na sua viagem https://www.rumoaorlando.com.br/blog/seguro-viagem-e-um-item-imprescindivel-na-sua-viagem/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/seguro-viagem-e-um-item-imprescindivel-na-sua-viagem/#respond Sun, 22 Mar 2020 09:15:47 +0000 https://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=15332 E aí, pessoal! Tudo bem?

Tem vídeo novo no canal falando sobre um dos itens mais importantes para o planejamento da sua viagem: o Seguro-Viagem.

Você sabia que nos EUA não existe serviço público de saúde? Todos os serviços médicos e hospitalares são cobrados e os preços são exorbitantes.

Recentemente, precisamos fazer uma cirurgia de emergência e veja o que poderia ter acontecido…

 

 

Já tínhamos um vídeo no canal falando sobre este tema, mas resolvemos fazer novamente, já que o assunto nunca sai de moda e é super importante.

 

 

Se você ainda não adquiriu o seu Seguro-Viagem, clique aqui para garantir logo. O valor é muito baixo se comparado ao benefício que lhe trará, ao precisar utilizar.

 

Até o próximo post!

 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

 

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/seguro-viagem-e-um-item-imprescindivel-na-sua-viagem/feed/ 0 15332
Como funcionam os Ingressos Disney, Universal e Sea World https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-funcionam-os-ingressos-disney-universal-e-sea-world-guia-completo/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-funcionam-os-ingressos-disney-universal-e-sea-world-guia-completo/#comments Sun, 22 Mar 2020 07:00:22 +0000 http://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=1372 E aí, pessoal! Tudo bem?

Agora que você já está com a passagem aérea comprada, hotel e aluguel de carro reservados, chegou o momento de comprar seus ingressos para os parques.

Mas aí, surgem muitas dúvidas:

 

Qual deles eu devo comprar?
O que cada um oferece?
Como eu vou retirar meus ingressos?
Será que com este ingresso consigo agendar os meus Fast Pass?
Com este ingresso posso sair e retornar para o parque no mesmo dia?
Preciso agendar previamente um dia específico para visitar cada parque?

 

Se você tem feito estas perguntas ultimamente, é porque precisa da nossa ajuda. E ela está logo abaixo. Conheça tudo sobre os ingressos para os parques temáticos de Orlando neste post.

 

 
 

INGRESSOS PARQUES DISNEY

 

Parques: Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios, Animal Kingdom, Blizzard Beach e Thyphoon Lagoon.

 

10435979_718411098195440_5593868733320424853_n

 

Para o Complexo da Disney, existem 3 tipos de ingresso. São eles:

Básico (Base): permite a entrada em um dos quatro parques temáticos do Walt Disney World Resort por dia. Com este ingresso, você poderá visitar 1 único parque por dia, tendo direito a entrar e sair do parque escolhido quantas vezes quiser no mesmo dia.

 

Park Hopper: permite a entrada nos quatro parques temáticos do Walt Disney World Resort no mesmo dia, para cada dia do seu ingresso. Com este ingresso, você pode visitar mais de um parque no mesmo dia. Ou seja, caso queira visitar o Animal Kingdom e terminar o dia assistindo ao show de fogos IllumiNations, no parque Epcot, com este ingresso você pode fazer esta troca de parques no mesmo dia sem problemas.

 

Park Hopper Plus: esta opção pode ser adicionada ao ingresso Park Hopper acima. Ela permitirá tudo o que o Park Hopper permite e, além disso, permitirá também a entrada nos parques aquáticos Blizzard Beach e Typhoon Lagoon, ao ESPN Wide World of Sports e aos campos de golfe Disney’s Oak Trail, Disney’s Fantasia Garden e Disney’s Winter Summerland.

 

castelo cinderela

 

Antes de adquirir seus ingressos, é preciso analisar a quantidade de dias que você possui na viagem e quais parques deseja visitar. Abaixo daremos exemplos de uso para cada tipo de ingresso dos parques da Disney.

 

Básico (Base)

Se você deseja visitar os 4 parques da Disney e deseja repetir o parque Magic Kingdom (opção mais comum, feita pela grande maioria dos turistas), você precisará adquirir o ticket 5 Days Base (5 dias básico). Neste caso, você usará os ingressos da seguinte forma: 1 dia no Animal Kingdom, 1 dia no Epcot, 1 dia no Magic Kingdom, 1 dia no Hollywood Studios e 1 novo dia no Magic Kingdom. Pronto! Você utilizou seus 5 créditos que existiam no ticket.

 

Park Hopper

Já se você deseja visitar dois parques (ou mais) no mesmo dia, precisará usar a opção Hopper. Se você deseja visitar o Animal Kingdom e o Epcot no mesmo dia, por exemplo, sua entrada no segundo parque do dia só será permitida se o seu ticket for desta modalidade. Antes de adquirir este tipo de ingresso, é recomendado avaliar se você realmente conseguirá visitar dois parques (ou mais) no mesmo dia. Para uma primeira visita a Orlando, esta opção não é recomendada, pois visitando dois parques no mesmo dia, você não conseguirá conhecer bem nem o primeiro, nem o segundo. Caso você já conheça Orlando e esteja visitando a cidade pela terceira ou quarta vez, por exemplo, já saberá quais atrações “descartar” do seu dia e com as atrações em cada parque reduzidas, conseguirá visitar mais de um parque por dia. Mas lembre-se: é muito cansativo visitar dois parques (ou mais) no mesmo dia, pois a locomoção entre um e outro às vezes não é tão rápida.

 

Park Hopper Plus

Se você estiver visitando Orlando em meses quentes, como Junho e Julho, por exemplo, certamente terá vontade de se refrescar em um parque aquático. Os parques aquáticos da Disney são o Thyphoon Lagoon e o Blizzard Beach. Para inclui-los em sua programação, você pode adicionar a opção “Hopper Plus” ao seu ingresso, que permite, além dos parques temáticos (mais de um parque por dia), a entrada nos parques aquáticos citados, ao ESPN Wide World of Sports e a três campos de golfe. Nesta modalidade de ingresso também é recomendado avaliar se haverá tempo disponível na viagem para visitar tantos locais. Caso contrário, seu investimento no ingresso será inútil.

 

Além disso, é preciso ficar atento às novas regras para compra dos tickets Disney, que foram implementadas em Outubro de 2018. Explicamos tudo no vídeo a seguir:

 

 

Informações importantes sobre os ingressos dos parques temáticos da Disney:

– Crianças de até 02 anos de idade não necessitam de ingresso. Crianças de 03 a 09 anos pagam como criança. Acima de 09 anos já pagam como adulto.

– Com o início dos agendamentos dos Fast Pass online (sistema de fura-fila da Disney) previamente à viagem, uma coisa muito importante que você deve verificar antes de adquirir seus ingressos é a forma de entrega dos mesmos. Não caia na cilada de adquirir seus ingressos e não poder agendar os Fast Pass com antecedência, pois o fornecedor dos mesmos não informa o número dos tickets.

– Caso tenha escolhido a opção Park Hopper, você precisará escolher apenas 1 parque no qual fará os agendamentos dos Fast Pass. O sistema não permite agendar Fast Pass para mais de um parque por dia. Saiba tudo sobre este tema aqui.

 

Ingressos Disney

 

As formas de entrega mais comuns na grande maioria das agências de viagem, operadoras de turismo e blogs especializados são:

 

– Entrega via Voucher Oficial da Disney:

Após realizar os trâmites de pagamento, a agência de viagem, operadora de turismo ou blog especializado enviará para o seu email um arquivo contendo o Voucher Oficial da Disney. Nele, constarão todas as informações sobre a compra, como nome completo do usuário dos ingressos, quantidade de dias, tipo de ingresso e um código de barras. Com este código de barras, você consegue agendar os Fast Pass no site My Disney Experience selecionando a opção de Will Call, que é a bilheteria na entrada dos parques específica para isso.

Ao chegar ao primeiro parque Disney que visitar, será necessário se dirigir ao Will Call para efetuar a troca do Voucher Oficial pelos tickets físicos (cartões magnéticos). Lembre-se: há filas nos quiosques do Will Call, por isso, chegue cedo ao primeiro parque Disney que visitar. Dica: você também pode efetuar a troca do Voucher Oficial da Disney pelos tickets físicos no Guest Relations de Disney Springs, que geralmente é mais vazio do que as bilheterias dos parques.

 

 

Nos demais parques Disney, como você já estará com os tickets físicos em mãos, não haverá necessidade de ir ao Will Call novamente. Bastará seguir direto para as catracas e entrar nos parques.

 

voucher Disney

 

– Entrega dos Tickets físicos no Brasil:

Esta é a melhor forma de entrega dos tickets, pois além de ter os números dos ingressos em mãos para agendar os Fast Pass com antecedência, você não precisará ir ao Will Call fazer a troca do voucher pelo ingresso físico. Para ter os tickets físicos em mãos, a agência de viagem, operadora de turismo ou blog especializado no qual você realizou a compra precisará fazer o envio para a sua residência pelos correios. Geralmente, é cobrada uma taxa extra por isso.

Dica: escreva o nome de cada usuário dos ingressos atrás dos mesmos para que consiga identificar ao longo da viagem o dono de cada um. Isso será importante, já que na visita ao primeiro parque Disney você precisará cadastrar a impressão digital na catraca e precisará utilizar novamente o mesmo ticket/dedo cadastrados nos parques restantes.

 

Ingressos Disney

 

– Entrega via Voucher da agência de viagem:

Esta é a opção mais obsoleta atualmente. Você sai do Brasil portando um voucher em nome da agência de viagem na qual efetuou a compra dos ingressos e ao chegar a Orlando haverá duas opções para retirar os tickets físicos:

1 – Entrega via portador da agência de viagem: ao chegar ao hotel é preciso ligar para o portador e combinar o horário de entrega dos tickets físicos no hotel (mediante disponibilidade da agenda do portador). Se esta for a sua opção de entrega, a dica é não ter um parque agendado logo para o segundo dia da viagem, pois pode ser que a agenda do portador não permita a entrega a tempo.

2 – Retirada em um posto de troca em Orlando: neste caso, é preciso ficar mais atento ainda, pois muitas vezes é necessário ir ao posto de troca e nele, não se recebe os tickets físicos, mas sim um outro voucher, o Voucher Oficial da Disney. Ou seja, será necessário fazer uma nova troca, a do Will Call, mencionada anteriormente. Resumo da ópera: você sai do Brasil com o Voucher da agência, chega a Orlando e vai no posto de troca, recebe o Voucher Oficial da Disney e, finalmente, vai no Will Call para pegar os tickets físicos. Ufa! Que perda de tempo!

Quando dizemos que esta é a opção de entrega mais obsoleta é por causa dos Fast Pass. Com o início do agendamento online previamente à viagem, o que todos querem logo após fechar a compra dos ingressos é saber o código necessário para realizar os agendamentos. Porém, a grande maioria das agências que fornecem ingressos com este tipo de entrega não fornecem o número para agendar os Fast Pass e isso acaba causando a fúria de quem comprou. E o pior de tudo: o passageiro só recebe esta notícia após ter efetuado a compra. Fuja desta furada!

A dica mais importante ao comprar ingressos para os parques da Disney, além de ficar atento aos preços, tipos de ingresso e formas de pagamento, é ficar atento à forma de entrega, pois nada mais chato do que só poder agendar os Fast Pass quando chegar a Orlando. Isso atrapalha (e muito) a logística nos parques, pois as opções de atrações e horários para agendamento dos Fast Pass ficam bem mais reduzidas quando agendadas no dia de uso. Quanto mais cedo você agendar seus Fast Pass, mais opções de atrações e horários estarão disponíveis, facilitando o seu dia em cada parque.

 

voucher ingressos agencia

 
 

INGRESSOS UNIVERSAL ORLANDO

Parques: Universal Studios, Islands of Adventure e Volcano Bay (parque aquático).

 

DSC03483

 

Inicialmente, você precisa definir se visitará os parques Universal Studios e Islands of Adventure no mesmo dia ou se visitará um parque a cada dia.

Para uma primeira visita a Orlando, a dica é visitar um parque por dia, pois assim, você tem 100% de aproveitamento em cada um deles. Já se você for visitante recorrente da cidade de Orlando, com certeza, já sabe quais atrações “descartará” em cada parque e, com isso, conseguirá ir aos dois parques no mesmo dia.

 

incredible hulk coaster

 

Então, definindo como será sua visita ao Complexo da Universal, você tem as seguintes opções de ingresso:

Single Park Ticket: permite visita a 1 parque em apenas 1 dia. Você pode adicionar dias e com isso visitar um parque em mais de um dia. Por exemplo: 2 Days Single Park Ticket – significa que você poderá visitar o parque Universal Studios (ou o parque Islands of Adventure) durante 2 dias. Quanto mais dias você adicionar, mais em conta fica o valor. Com este ticket você não terá acesso ao trem expresso do Harry Potter, o Hogwarts Express. A grande maioria das agências de viagem no Brasil não vende este tipo de ingresso, mas é possível comprar no site oficial da Universal Studios Florida.

 

Park to Park 2 Parks: permite a visita aos 2 parques temáticos no mesmo dia, durante 2 dias. É preciso usar todos os “créditos” dentro de 7 dias consecutivos. Por exemplo: se sua viagem será no período de 01 a 16/07 e o seu primeiro dia de uso de ingresso for no dia 02/07, seu último dia de uso precisará ser exclusivamente até o dia 08/07.

 

Park to Park 3 Parks: permite a visita aos 2 parques temáticos no mesmo dia, durante 3 dias. É preciso usar todos os “créditos” dentro de 7 dias consecutivos. Por exemplo: se sua viagem será no período de 01 a 16/07 e o seu primeiro dia de uso de ingresso for no dia 02/07, seu último dia de uso precisará ser exclusivamente até o dia 08/07.

 

Com estas opções acima, você poderá trocar de parque no mesmo dia. Por exemplo: você pode começar o dia na Universal Studios e à tarde, ir para o Islands of Adventure (ou vice-versa). É com este tipo de ingresso que a sua entrada no trem expresso do Harry Potter (Hogwarts Express) será permitida. Como o trem faz o trajeto ligando um parque ao outro, é preciso ter um ticket que dê acesso aos dois parques no mesmo dia para participar da atração. Caso contrário, sua entrada na estação do trem não será permitida.

Park Explorer 2 Parks: permite a visita a 2 parques no mesmo dia por quatorze (14) dias consecutivos a partir do primeiro dia de uso. Este ingresso permite a troca de parques no mesmo dia, podendo utilizar o trem expresso do Harry Potter, o Hogwarts Express. Além disso, você poderá ir ao parque aquático Volcano Bay.

 

Park Explorer 3 Parks: permite a visita a 3 parques no mesmo dia por quatorze (14) dias consecutivos a partir do primeiro dia de uso. Este ingresso permite a troca de parques no mesmo dia, podendo utilizar o trem expresso do Harry Potter, o Hogwarts Express. Além disso, você poderá ir ao parque aquático Volcano Bay.

 

Ingresso Complexo da Universal

 

Informações importantes sobre os ingressos dos parques temáticos da Universal Studios:

 

– Não há necessidade de agendar um dia certo para ir a cada parque (a não ser que queira adquirir o passe expresso explicado neste post), porém é preciso ficar atento à expiração dos ingressos (7 dias ou 14 dias, dependendo do tipo de ingresso adquirido).

– Crianças até 02 anos de idade não necessitam de ingresso. Crianças de 03 a 09 anos pagam como criança. Acima de 09 anos já pagam como adulto.

– Os parques do Complexo da Universal Studios não oferecem o Fast Pass, como os da Disney, por isso, não há necessidade de se preocupar em ter os códigos dos ingressos previamente para fazer tais agendamentos. O sistema de fura-fila da Universal é pago.

 

 

As formas de entrega mais comuns na grande maioria das agências de viagem, operadoras de turismo e blogs especializados são:

 

– Entrega via Ticket Eletrônico oficial da Universal Studios:

Após realizar os trâmites de pagamento, a agência de viagem, operadora de turismo ou blog especializado enviará para o seu email um arquivo contendo o Voucher Oficial da Universal. Nele, constarão todas as informações sobre a compra, como nome completo do usuário dos ingressos, quantidade de dias, tipo de ingresso e um código de barras. Com este código de barras, seu acesso ao parque é simples: basta ir à catraca do parque, entregar o voucher para o funcionário e o mesmo passará o código de barras na máquina para liberar o seu acesso. Pronto! Simples e rápido! Nada de fazer troca nas bilheterias nem em postos de troca. Você permanecerá com este “papel” em mãos para usar nos dias restantes de ida aos parques da Universal.

 

universal ticket

 

– Entrega dos Tickets físicos no Brasil:

Algumas (não todas) agências de viagem, operadoras de turismo ou blogs especializados conseguem entregar os tickets físicos ainda no Brasil. Com esta opção, você sai de sua residência já com o ticket de papel (o da Universal não é um cartão magnético como o da Disney) e, ao chegar ao parque, bastará se dirigir à catraca de entrada e passar o ticket nas máquinas. Dica: escreva o nome de cada usuário dos ingressos atrás dos mesmos para que consiga identificar ao longo da viagem o dono de cada ingresso. Isso será importante, já que na visita ao primeiro parque do Complexo da Universal você precisará cadastrar a impressão digital na catraca e precisará utilizar novamente o mesmo ticket/dedo cadastrados nos parques restantes.

 

– Entrega via Voucher da agência de viagem:

Nesta modalidade, você sai do Brasil portando um voucher em nome da agência de viagem e ao chegar a Orlando há duas opções:

1 – Entrega via portador da agência de viagem: ao chegar ao hotel é preciso ligar para o portador e combinar o horário de entrega dos tickets físicos no hotel (mediante disponibilidade da agenda do mesmo). Se esta for a sua opção de entrega, a dica é não ter um parque agendado logo para o segundo dia da viagem, pois pode ser que a agenda do portador não permita a entrega a tempo.

2 – Retirada dos tickets físicos (ou Voucher Oficial da Universal Studios) em um posto de troca em Orlando.

 

Complexo da Universal

 

INGRESSOS GRUPO SEAWORLD

Parques: Sea World, Busch Gardens, Aquatica (parque aquático) e Discovery Cove (nado com golfinhos).

 

Este é o grupo “menos complexo” de todos.

Caso queira visitar somente o parque Sea World, basta adquirir o ingresso Sea World 1 Day. O mesmo acontece com o Busch Gardens e com o Aquatica.

Já se a sua ideia é visitar os três parques, cada um em um dia, basta adquirir o combo Sea World + Busch Gardens + Aquatica.

É possível fazer várias combinações como: Sea World + Aquatica (1 dia para cada parque), Sea World + Busch Gardens (1 dia para cada parque), Sea World + Busch Gardens + Aquatica (1 dia para cada parque), e por aí vai.

 

Ingresso Sea World

 

Informações importantes sobre os ingressos dos parques Sea World, Busch Gardens e Aquatica:

– Não há necessidade de agendar um dia certo para ir a cada parque (a não ser que queira adquirir o passe expresso explicado neste post), porém é preciso ficar atento à expiração dos ingressos. Todos eles devem ser usados dentro de 14 dias. Por exemplo: se sua viagem será no período de 01 a 16/07 e o seu primeiro dia de uso de ingresso Disney for no dia 02/07, seu último dia de uso precisará ser exclusivamente até o dia 15/07.

– Crianças até 02 anos de idade não necessitam de ingresso. Crianças de 03 a 09 anos pagam como criança. Acima de 09 anos já pagam como adulto.

– Os parques Sea World e Busch Gardens não oferecem o Fast Pass, como os da Disney, por isso, não há necessidade de se preocupar em ter os códigos dos ingressos previamente para fazer tais agendamentos.

O sistema de fura-fila destes parques é pago e você pode conferir todos os detalhes aqui.

 

Ingresso Sea World

 

As formas de entrega mais comuns na grande maioria das agências de viagem, operadoras de turismo e blogs especializados são:

 

– Entrega via Ticket Eletrônico oficial do grupo Sea World e Busch Gardens:

Após realizar os trâmites de pagamento, a agência de viagem, operadora de turismo ou blog especializado enviará para o seu email um arquivo contendo o Voucher Oficial do grupo Sea World e Busch Gardens. Nele, constarão todas as informações sobre a compra, como nome completo do usuário dos ingressos, quantidade de dias, tipo de ingresso e um código de barras. Com este código de barras, seu acesso aos parques é simples. Basta ir à catraca dos parques, entregar o voucher para o funcionário e o mesmo passará o código de barras na máquina para liberar o seu acesso. Pronto! Simples e rápido! Nada de fazer trocas nas bilheterias, nem em postos de troca. Você permanecerá com este “papel” em mãos para usar nos dias restantes de parques restantes.

 

– Entrega dos Tickets físicos no Brasil:

Algumas (não todas) agências de viagem, operadoras de turismo ou blogs especializados conseguem entregar os tickets físicos ainda no Brasil. Com esta opção, você sai de sua residência já com o ticket de papel (os do grupo Sea World e Busch Gardens não são cartões magnéticos como os da Disney). Ao chegar aos parques, bastará se dirigir à catraca de entrada e passar o ticket nas máquinas. Dica: escreva o nome de cada usuário dos ingressos atrás dos mesmos para que consiga identificar ao longo da viagem o dono de cada ingresso. Isso será importante, já que na visita ao primeiro parque do grupo você precisará tirar uma foto do seu rosto na catraca e precisará utilizar novamente o mesmo ticket/foto cadastrada nos parques restantes.

 

Ingresso Sea World

 

– Entrega via Voucher da agência de viagem:

Nesta modalidade, você sai do Brasil portando um voucher em nome da agência de viagem e ao chegar a Orlando há duas opções:

1 – Entrega via portador da agência de viagem: ao chegar ao hotel é preciso ligar para o portador e combinar o horário de entrega dos tickets físicos no hotel (mediante disponibilidade da agenda do mesmo).Se esta for a sua opção de entrega, a dica é não ter um parque agendado logo para o segundo dia da viagem, pois pode ser que a agenda do portador não permita a entrega a tempo.

2 – Retirada dos tickets físicos (ou Voucher Oficial do grupo Sea World e Busch Gardens) em um posto de troca em Orlando.

Se você tem muitos dias na viagem e ainda cabe uma visita ao maravilhoso parque Discovery Cove, é preciso ter atenção na compra do ingresso, pois ele é bem diferenciado. Preste atenção aos seguintes pontos:

 

IMG_3026

 

– Inicialmente, escolha se vai querer a opção com nado com os golfinhos ou não, pois isso influencia no preço.

– Posteriormente, escolha se vai querer a opção Resort Package ou Ultimate Package (veja a definição de cada uma abaixo).

– O preço é único para adultos e crianças. Crianças até 2 anos de idade não necessitam de ingresso.

É obrigatório o agendamento da visita no Discovery Cove no momento da compra do ingresso. Sem isso, você não poderá sequer entrar no parque.

– Este parque possui capacidade limitada e portanto está sujeito à disponibilidade. Para garantir os seus ingressos e nado com golfinho, somente com reserva antecipada.

– O horário de nado com o golfinho será estabelecido no momento da chegada do parque.

É obrigatória a compra de ingresso com nado para pelo menos uma pessoa por reserva.

– A opção “nado com golfinho” somente poderá ser feita por adultos ou crianças de 6 a 12 anos, acompanhados por um adulto pagante que também nade com os golfinhos.

 

Ingresso Sea World

 

As opções de ingresso para o Discovery Cove são Resort Package ou Ultimate Package e abaixo você tem a descrição de cada uma:

Todos os ingressos do Discovery Cove Resort Package incluem:

– Ingressos para Sea World e Aquatica por 14 dias ilimitados.

– Todas as refeições e petiscos ao longo do dia, incluindo café da manhã completo e almoço.
– Água, refrigerante e cerveja (somente para maiores de 21 anos).
– Equipamento completo de mergulho com máscara, snorkel, colete salva vidas e roupa isotérmica de neoprene.
– Toalha, armário, protetor solar, shampoo, condicionador, sabonete líquido, vestiários com chuveiros também estão disponíveis sem custo adicional.
– Estacionamento cortesia.

 

Todos os ingressos do Discovery Cove Ultimate Package incluem:

– Ingressos para Sea World, Busch Gardens e Aquatica por 14 dias ilimitados.
– Todas as refeições e petiscos ao longo do dia, incluindo café da manhã completo e almoço.
– Água, refrigerante e cerveja (somente para maiores de 21 anos).
– Equipamento completo de mergulho com máscara, snorkel, colete salva vidas e roupa isotérmica de neoprene.
– Toalha, armário, protetor solar, shampoo, condicionador, sabonete líquido, vestiários com chuveiros também estão disponíveis sem custo adicional.
– Estacionamento cortesia.

 

Acha o ingresso caro? Não é não! Lembre-se: você nadará com os golfinhos, poderá se alimentar o dia todo nos restaurantes, o estacionamento e o equipamento de mergulho já estão incluídos e, certamente, este será um dos dias mais legais da viagem, pois o parque é simplesmente maravilhoso. Vale muito a pena.

 

Ingresso Sea World

 

Com relação aos ingressos de todos os parques da cidade, sejam os temáticos, aquáticos ou outros, fique sempre atento à escolha correta dos ingressos, formas de entrega e mais estas dicas:

– Avalie corretamente os dias e tipos de ingresso para não comprar ingressos de mais apenas porque sai mais barato. Se você não tiver dia suficiente para usá-los, você vai desperdiçar seu precioso dinheiro. Para isso, solicite nossa consultoria, faça um roteiro personalizado e compre seus ingressos de acordo com o mesmo.

– Se você visita Orlando mais de uma vez ao ano, considere a compra dos passes anuais. Além de sair mais em conta, você terá desconto nas lojas e restaurantes dos complexos e não pagará o estacionamento dos parques. Os valores e benefícios podem ser conferidos nos sites oficiais de cada parque, na seção de Annual Passes.

 

Ingresso Sea World

 

Confira as vantagens de adquirir seus ingressos com o Rumo a Orlando e solicite uma cotação clicando aqui:

 

Ingresso Sea World

 

Viaje com tudo resolvido e planejado. Nada de perder tempo e dinheiro!

 

Até o próximo post!

 
 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 
 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 
 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-funcionam-os-ingressos-disney-universal-e-sea-world-guia-completo/feed/ 52 1372
Fura-Fila na Universal e Grupo Sea World https://www.rumoaorlando.com.br/blog/voce-nao-sabe-mas-eles-existem-fura-fila-na-universal-e-grupo-sea-world/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/voce-nao-sabe-mas-eles-existem-fura-fila-na-universal-e-grupo-sea-world/#comments Sat, 21 Mar 2020 18:09:39 +0000 http://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=621 E aí, pessoal! Tudo bem?

Falamos neste post aqui como funciona o Fast Pass, sistema de fura-fila dos parques da Disney.

 

Mas e nos parques da Universal e do grupo Sea World? Seu eu quiser me beneficiar com o passe expresso para furar fila, não posso?

Sim, pode. Porém, nestes parques, o sistema não é gratuito como no Complexo Disney. É necessário adquirir o Universal Express e o Quick Queue, respectivamente, e aqui neste post explicaremos como ambos funcionam.

O Universal Express é utilizado nos parques Universal Studios e Islands of Adventure. Já o Quick Queue, nos parques Sea World e Busch Gardens.

 

Universal Express Pass

 

temp_19

 

Ambos os sistemas são diferentes do da Disney, pois além de serem pagos, você pode entrar a hora que desejar nas atrações participantes (não são todas), sem necessidade de agendamento ou sem precisar ficar preso a um horário, como acontece com o FastPass.

Ao chegar às atrações participantes, haverá uma fila destinada somente a quem adquiriu o passe expresso. Basta apresentar o ticket que você receberá ao comprar o passe e entrar na fila. Às vezes, a entrada será diretamente para a atração, sem realmente pegar nenhuma fila. Porém, se o parque estiver muito cheio, é possível que você pegue uma espera mínima, mas existente.

 

Incredible Hulk Coaster at Universal's Islands of Adventure

 

Há dois tipos de passe expresso, tanto para os parques da Universal quanto do grupo Sea World: o limitado e o ilimitado.

Como os nomes já dizem, o passe limitado deixará você limitado a furar fila somente uma única vez por dia em cada atração participante. Por sua vez, adquirindo o passe ilimitado, você poderá brincar quantas vezes quiser em cada atração fazendo uso do recurso.

 

As atrações participantes do Quick Queue no parque Busch Gardens são:

Tigris
Falcon’s Fury
Cheetah Hunt
SheiKra
Montu
Kumba
Cobra’s Curse
Scorpion
Stanley Falls Flume
Sand Serpent
Congo River Rapids

O valor para este passe varia de U$20 a U$30 por pessoa, conforme época do ano.

 

As atrações participantes do Quick Queue Unlimited no parque Busch Gardens são:

Tigris
Falcon’s Fury
Cheetah Hunt
SheiKra
Montu
Kumba
Cobra’s Curse
Scorpion
Stanley Falls Flume
Sand Serpent
Congo River Rapids

O valor para este passe varia de U$35 a U$70 por pessoa, conforme época do ano.

 

Fura-Fila na Universal

 

As atrações participantes do Quick Queue Unlimited no parque Sea World são:

Mako
Manta
Kraken
Antarctica: Empire of the Penguin
Infinity Falls
Journey to Atlantis
Wild Arctic

O valor para este passe varia de U$19 a U$35 por pessoa, conforme época do ano. No parque Sea World, este é o único passe expresso disponível.

 

Manta-Rollercoaster-Wing-Touch-SeaWorld-Orlando_3_1024x1024

 

As atrações participantes do Universal Express nos parques do Complexo são:

– Universal Studios:
Harry Potter and the Escape from Gringotts™
Hogwarts™ Express (Park-to-Park admission ticket required)
Despicable Me Minion Mayhem
TRANSFORMERS: The Ride-3D™
Fast & Furious – Supercharged
MEN IN BLACK™ Alien Attack™
Hollywood Rip Ride Rockit
Race Through New York Starring Jimmy Fallon
The Simpsons Ride™
Kang & Kodos’ Twirl ‘n’ Hurl
Revenge of the Mummy
E.T. Adventure
Woody Woodpecker’s Nuthouse Coaster

 

– Universal’s Islands of Adventure:
Harry Potter and the Forbidden Journey™
Hogwarts™ Express (Park-to-Park admission ticket required)
Flight of the Hippogriff™
The Amazing Adventures of Spider-Man®
The Incredible Hulk Coaster®
Storm Force Accelatron®
Doctor Doom’s Fearfall®
Jurassic Park River Adventure
Skull Island: Reign of Kong
Caro-Seuss-el™
The High in the Sky Seuss Trolley Train Ride!™
Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls®
Poseidon’s Fury

 

O valor para o passe 1 Park Universal Express, que dá direito a furar fila apenas 1 vez nas atrações acima em 1 parque no mesmo dia, custa a partir de U$70,00 por pessoa. Os preços variam conforme a época do ano. Na hora da compra, você deve escolher para qual parque deseja, Universal ou Islands.

O valor para o passe 1 Park Universal Express Unlimited, que dá direito a furar fila ilimitadamente nas atrações acima em 1 parque no mesmo dia, custa a partir de U$90,00 por pessoa. Os preços variam conforme a época do ano. Na hora da compra, você deve escolher para qual parque deseja, Universal ou Islands.

 

Universal Studios

 

O valor para o passe 2 Park Universal Express, que dá direito a furar fila apenas 1 vez nas atrações acima nos 2 parques no mesmo dia, custa a partir de U$75,00 por pessoa. Os preços variam conforme a época do ano.

O valor para o passe 2 Park Universal Express Unlimited, que dá direito a furar fila ilimitadamente nas atrações acima nos dois parques no mesmo dia, custa a partir de U$90,00 por pessoa. Os preços variam conforme a época do ano.

 

Hulk Roller Coaster

 

Você pode adquirir os passes expressos diretamente nas bilheterias de todos os parques mencionados ou online, nos sites de cada um deles clicando nos links abaixo.

Como há uma quantidade limitada a ser vendida para cada dia, o ideal é efetuar a compra online com antecedência à visita. Para utilizar os passes mencionados é preciso ter um ticket de admissão aos parques válido.

 

Busch Gardens

Sea World

Universal

 

Caso o seu orçamento para a viagem não esteja restrito, vale muito a pena comprar os passes ilimitados, pois com eles você pode repetir as atrações que mais tenha gostado durante o dia sem pegar fila.

Vale mencionar que os hotéis luxuosos do Universal Orlando Resort oferecem o Express Pass como um benefício cortesia para seus hóspedes. São eles:

 

Hard Rock Hotel
Portofino Bay
Royal Pacific

 

 

Até o próximo post!

 
 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 
 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 
 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/voce-nao-sabe-mas-eles-existem-fura-fila-na-universal-e-grupo-sea-world/feed/ 12 621
Como ligar para o Brasil quando se está nos Estados Unidos? https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-ligar-para-o-brasil-quando-se-esta-nos-estados-unidos/ https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-ligar-para-o-brasil-quando-se-esta-nos-estados-unidos/#respond Sat, 21 Mar 2020 16:22:56 +0000 http://www.rumoaorlando.com.br/blog/?p=1999 E aí, pessoal! Tudo bem?

Recebemos inúmeras perguntas sobre como ligar para o Brasil quando se está nos Estados Unidos e neste post vamos mostrar todas as opções possíveis.

Há diversas maneiras de se comunicar durante uma viagem de férias internacional.

A melhor maneira atualmente é através da internet. Basta habilitar o seu telefone em modo wi-fi, para se conectar em diversos pontos de acesso disponíveis em aeroportos, hotéis, lojas, parques e restaurantes. Você precisará de aplicativos específicos que permitam este tipo de comunicação, como por exemplo, o WhatsApp, Viber, Skype, Facebook Messenger, dentre outros. Nesta modalidade, você ficará limitado a se comunicar somente em locais que deem acesso gratuito (ou pago) às suas redes de internet.

 

Ligando para o Brasil

 

Para não ficar com esta limitação, há uma segunda maneira. Trata-se da aquisição de um Chip (simcard) habilitado com uma linha telefônica e plano que permita ligações internacionais.

Há diversas empresas nos EUA que fornecem este tipo de serviço. A mais popular é a T-Mobile, onde um plano com internet 4G (LTE), ligações ilimitadas para números fixos e móveis dos EUA e ligações internacionais ilimitadas (para o Brasil, por exemplo) para números fixos, sairá por cerca de U$65 para uso por 30 dias.

Nesta modalidade, você precisará aguardar o dia de sua visita à loja que comercializa o chip para comprá-lo e começar a usá-lo. Em Orlando, há diversos pontos de vendas da T-Mobile, inclusive, com atendimento em português em alguns deles, onde você poderá adqurir o seu chip. Principais pontos de vendas: lojas do Florida Mall e Mall at Millenia.

 

Ligando para o Brasil

 

A terceira maneira, e que consideramos mais recomendada, é já sair do Brasil com a sua linha habilitada. Os mesmos benefícios do plano citado acima são comercializados no Brasil e você estará comunicável desde a sua entrada nos EUA até o dia do seu retorno. Desta forma, se houver qualquer tipo de imprevisto nos aeroportos americanos, locadora de carros e estrada, você terá como se comunicar via telefone para solicitar ajuda, sem depender de sinal wi-fi gratuito.

Nós temos parceria com empresa de telefonia e, caso deseje sair do Brasil com este item resolvido, basta clicar aqui para consultar todos os planos disponíveis e realizar a compra.

 

Ligando para o Brasil

 

Caso nenhuma destas três opções acima seja viável para você, ainda há possibilidade de realizar ligações a cobrar através dos telefones públicos e dos hotéis. Você pode utilizar o serviço Brasil Direto, fornecido pela Embratel, no qual você liga a cobrar de qualquer telefone e quem paga a ligação é quem a recebe no Brasil. A ligação pode ser feita automaticamente ou com o auxílio de um operador da Embratel.

Basta discar o número de acesso ao serviço (1-800-283-1055), ouvir o menu da Embratel e seguir as intruções. Também é possível comprar os cartões telefônicos. Eles são encontrados em shoppings e parques no mesmo local onde ficam os telefones públicos. Há diversas opções ($10, $20, $50, etc). Fale até os créditos acabarem. Para fazer a ligação, basta seguir as instruções do verso do cartão.

 

funny_new_york_public_pay_phone_photograph_case-r362302adddeb46e4a440a89d18dbe5b9_zzs90_1024

Ligando para o Brasil

 

Escolha a que melhor atenda você e use. Ficar “incomunicável” é bem ruim, principalmente, quando acontece algum imprevisto.

Depender de wi-fi gratuito também é muito chato. Nada melhor do que ter a liberdade para fazer, a hora que desejar, uma consulta importante na internet, dar aquela olhada rápida nos e-mails e, claro, postar fotos e mais fotos nas redes sociais. 🙂

 

 

Você também pode gostar deste vídeo:

 

 

Até o próximo post!

 
 

Se você é um dos viajantes dos próximos meses e ainda não fez seu roteiro de viagem, conheça o Guia Virtual Rumo a Orlando Direto ao Ponto clicando aqui.

Temos certeza que ele ajudará bastante na sua viagem, pois tem 23 dias de programação sugerida, passo a passo e indicações de agendamento de Fast Pass, guia de GPS completo com endereços, sugestões de locais para compras e restaurantes, rota a seguir dentro dos parques e diversas dicas importantes para uma viagem internacional.

 

Star Tours

 
 

Para ser avisado quando um novo post aqui no Blog for ao ar, assine gratuitamente nossa Newsletter clicando aqui.

 

Veja o que o Rumo a Orlando pode oferecer de serviços para a sua viagem:

 

 
 

]]>
https://www.rumoaorlando.com.br/blog/como-ligar-para-o-brasil-quando-se-esta-nos-estados-unidos/feed/ 0 1999