#

Marceline – O lugar mais importante na vida de Walt Disney (Parte 2)

Olá, leitores. Tudo bem?

Para você que está acompanhando nossos posts sobre a super viagem que fizemos recentemente, hoje vamos falar sobre o terceiro dia da “expedição do Walt Disney”. 🙂

Após a saída de trem de Chicago e o primeiro dia em Marceline, tivemos mais fortes emoções em Marceline. Sim, passamos dois dias nesse lugar encantador. 🙂

O dia começou com um café da manhã especial, preparado pelos donos do Circle O Lodge and Tree Farm, Michael e Ximena Olinger. Que surpresa eles preparam para o grupo do Seeds of Dreams Institute! Café que parecia mais um almoço de tanta coisa gostosa que havia. 🙂

DSC_0326

DSC_0295

DSC_0298

Tanta gentileza tinha um motivo: nos dar energia para o dia maravilhoso que estava por vir.

Como Marceline aos domingos de manhã pára para que todos os moradores possam ir à igreja, nossa manhã foi livre. Assim, cada um pôde aproveitar a manhã no campo da forma que mais agradasse: alguns optaram por pescar, assim como Walt fazia, outros optaram por fazer uma trilha para conhecer mais da natureza do lugar e outros optaram por acompanhar de perto a arte de Alex Maher, o desenhista da Disney que nos acompanhou em muitos momentos da viagem.

DSC_0311

Alex preparou uma surpresa: todos escolheram seu personagem favorito e ele fez um desenho para cada um de nós. Mágico! 🙂

DSC_0314

DSC_0321

DSC_0325

A primeira visita do dia foi à Main Street USA, rua principal da cidade, que deu origem às ruas principais dos parques Disneyland (Califórnia) e Magic Kingdom (Orlando). Apesar de já termos ido nela no dia anterior, não conhecemos a fundo nem tiramos fotos, então, voltamos para rever e sentir mais um pouco da energia do lugar.

DSC_0337

DSC_0343

Há diversas referências nos parques sobre esta rua. A primeira que chama atenção é o relógio verde, igualzinho ao que existe em cada parque. Para nós, do Rumo a Orlando, ele é ponto estratégico para assistir os shows nos parques.

Além disso, há a famosa Confectionary (doceria na esquina da direita da Main Street), há a loja Uptown (que nos parques vende bijouterias e jóias), o City Hall (onde funciona o Guest Relations nos parques), o próprio Post Office que visitamos no dia anterior, e mais algumas lojas. Foi bem interessante conhecer tudo isso e relacionar com os motivos de haver as mesmas coisas nos parques.

DSC_0347

DSC_0338

DSC_0357

DSC_0359

Após a visita à Main Street USA, seguimos para o Walt Disney Municipal Park, que era o local onde funcionava a atração Midget Autopia que explicamos aqui neste post.

DSC_0367

DSC_0365

DSC_0369

Pista do autorama Midget Autopia, hoje desativada.
Pista do autorama Midget Autopia, hoje desativada.

 

Walt Disney esteve em Marceline algumas vezes após a sua infância. Uma delas foi na inauguração da piscina existente neste parque municipal e outra na inauguração da Walt Disney Elementary School, fundada em homenagem a ele.

DSC_0407

DSC_0403

DSC_0396

DSC_0390

DSC_0387

DSC_0386

DSC_0382

DSC_0380

Em suas visitas à Marceline, já adulto, Walt costumava retornar ao celeiro onde brincava, quando criança. Neste mesmo local, havia a Árvore dos Sonhos, apelidada assim, pois ele costumava sentar debaixo dela e ficar desenhando horas e horas… imaginando, sonhando, rabiscando seus planos.

DSC_0409

DSC_0412

DSC_0415

Esta árvore foi atingida por um raio recentemente. O que sobrou do tronco dela ainda está intacto, mas os colaboradores do The Walt Disney Hometown Museum plantaram uma nova árvore, para representar a que se foi, simbolicamente.

Peter e Kaye, que nos acompanharam nesta visita, fizeram mais uma surpresa para o grupo: nos presentearam com um pedaço do tronco da árvore original. Hoje, cada um dos participantes do Programa de Negócios Marceline Project, do Seeds of Dreams Institute, possui “um pedaço de Walt” consigo.

DSC_0421

DSC_0422

O celeiro era palco para as imaginações e loucuras de Walt. Foi dali que surgiram alguns projetos dos Imagineerings, como são carinhosamente chamados os engenheiros que trabalham na Disney.

DSC_0431

DSC_0425

DSC_0440

Quem visita o celeiro pode deixar mensagens na madeira. Obviamente, deixamos a nossa. 🙂

DSC_0437

DSC_0436

A energia que tem ali é impressionante. Um silêncio, apenas o som dos pássaros, uma paz, um colorido… Walt teve muita inspiração nesse lugar.

DSC_0424

DSC_0411

DSC_0443

Visitamos também a ponte onde ele costumava pescar com sua família.

DSC_0449

DSC_0450

Após as visitas, retornamos ao museu para nos despedir. Triste ir embora de Marceline… Um lugar que representava tanto para Walt Disney e agora, representa muito para todos nós.

DSC_0458

DSC_0461

DSC_0466

A importância de visitar esta pequena cidade? Ver de onde ele saiu e ver para onde ele foi no futuro. Algo que parecia impossível. Um jovem morador do interior ganhar a vida na cidade grande. E foi difícil segurar as lágimas ao ir embora…

DSC_0468

Nosso próximo destino era Kansas City. O trajeto foi feito por Walt de trem na classe econômica, então, o mesmo seria feito por nós. O trajeto La Plata x Kansas foi de cerca de duas horas.

DSC_0470

DSC_0472

DSC_0483

DSC_0481

DSC_0474

A estação de trem de Kansas City é muito glamourosa, porém, a vida de Walt neste lugar não teve nada de lindo. Pelo contrário…

O terceiro dia da viagem foi de fortes emoções. 🙂 Nos acompanhe para conferir os próximos capítulos desta aventura.

Até o próximo post!

error: Conteúdo protegido.