#

“Disneyland is your Land” – Conheça a história por trás da Disneyland

Olá, leitores. Tudo bem?

Para você que está acompanhando nossos posts sobre a super viagem que fizemos recentemente, hoje vamos falar sobre o sétimo dia da “expedição do Walt Disney”. 🙂

Após a saída de trem de Chicago, o primeiro dia e o segundo dia em Marceline, dos sonhos destruídos em Kansas City e da viagem de trem para Los Angeles, chegou a hora de conferir os motivos que levaram Walt Disney a construir o primeiro parque temático.

DSC_0383

Em 17 de julho de 1955, Walt Disney inaugurava a Disneyland. Este é o único parque temático projetado e construído sob a supervisão direta dele.

DSC_0409

A estimativa na época era que o parque não duraria nem 1 ano. Estavam todos errados: cá estamos nós, celebrando os 60 anos da Disneyland.

DSC_04481

DSC_0539

No Programa de Negócios Marceline Project, do Seeds of Dreams Institute aprendemos muitas curiosidades sobre o parque.

DSC_0390

DSC_0388

Os tickets de entrada ainda são de papel e não foram atualizados para cartões magnéticos ou Magic Bands, assim como é em Disney World, Orlando. E os Fast Pass também são de papel ainda. O motivo disso é manter a originalidade do parque.

DSC_0382

O parque foi construído em uma área pequena, erro de Walt na época. O resultado disso: a cidade “engoliu” o parque e, ao redor dele, é possível ver inúmeros hotéis, restaurantes e lojas.

De alguns pontos de dentro do parque é possível ver a área externa da rua, o que lembra a realidade aos visitantes. Isso era algo repugnante para o Disney e, por este motivo, ao comprar as terras em Orlando, ele adquiriu um terreno gigantesco. Assim, quem estivesse dentro de qualquer parque não poderia ouvir ou ver nada que estivesse fora do mundo mágico de Walt Disney World.

DSC_0376

DSC_0414

Walt Disney participou ativamente de toda a construção da Disneyland. Havia momentos em que ele passava dias dentro do parque. Por este motivo, em cima do Corpo de Bombeiros da Main Street criou o seu “Home-Office”, literalmente.

Era ali que ele passava horas e horas trabalhando ou apenas na companhia de sua esposa Lilian e suas filhas, como se fosse a casa deles mesmo. Até hoje, depois de sua morte, a Disney mantém viva a chama de Walt no local. A luz acessa na janela do escritório significa que Walt “está” ali e nunca sairá.

DSC_0396

DSC_0457

DSC_0415

Walt sempre levava suas filhas para brincar em um parque (parque da cidade – no próximo post falaremos dele) e, sentado em um banco, sempre imaginava como seria ter um lugar onde pais e filhos pudessem brincar juntos. Ele pensava isso, pois sempre que levava suas filhas a este parque, ele nunca podia brincar no carrossel com elas. O brinquedo era apenas para crianças. E daí surgiu a ideia de construir a Disneyland.

DSC_0411

Há muitas referências de tudo o que vimos ao longo dos dias anteriores da viagem neste parque, como o Hotel Marceline, uma janela com o nome do pai do Disney, muitos desenhos do Alex Maher (desenhista que nos acompanhou nos primeiros dias da viagem), a atração Autopia (lembram da história contada em Marceline?), o restaurante de esquina lembrando onde almoçamos na Main Street USA em Marceline, e muito mais.

DSC_0403

DSC_0425

DSC_0417

DSC_0481

DSC_0433

Lembram do relógio e da foto que tiramos em Marceline, na rua principal da cidade, que deu a ideia da rua principal do parque? Vejam as referências no parque:

Relógio na Main Street USA, no parque Disneyland.
Relógio na Main Street USA, no parque Disneyland.
Relógio na Main Street USA, em Marceline.
Relógio na Main Street USA, em Marceline.
Main Street USA, na Disneyland.
Main Street USA, na Disneyland.
Main Street USA, em Marceline.
Main Street USA, em Marceline.
Main Street USA, na Disneyland.
Main Street USA, na Disneyland.
Main Street USA, em Marceline.
Main Street USA, em Marceline.

Walt era visionário. Nos anos 50 ele já sabia que tudo aquilo seria sucesso.

O começo foi difícil. Algumas coisas deram errado na inauguração do parque, como falta de comida e bebida, asfalto descolando do chão por causa do calor e muito mais visitantes do que o esperado, causando muito tumulto.

Mas, como sempre, ele superou as adversidades, seguiu em frente e não cometeu os mesmos erros no Florida Project, como era chamado o projeto de construção da Disney de Orlando.

DSC_0497

Este é o ano da celebração dos 60 anos da Disneyland. O parque está enfeitado para esta comemoração especial, assim como com seus principais personagens em trajes de gala e muitos produtos com o tema nas lojas.

DSC_0819

DSC_0533

DSC_0420

DSC_0559

Em 2001, com Walt já falecido, a Disney decidiu manter ainda mais vivo todo o sucesso de parques temáticos. E assim, nascia o California Adventure, parque que fica bem ao lado da Disneyland.

DSC_0370

Assim como na Disneyland, o novo parque também possui muitas referências à história de Walt Disney.

Logo na entrada, é possível ver uma estátua de Walt com Mickey e uma placa contando a história dos U$40 mencionada aqui neste post.

DSC_0673

DSC_0674

DSC_0668

Os personagens ficam vestidos com roupas dos anos 50, em referência à época em que o primeiro parque foi construído, e além disso, tem um bonde que percorre as principais ruas do California Adventure.

DSC_0767

DSC_0805

O único lugar em que Oswald the Lucky Rabbit (Oswald, o Coelho Sortudo) aparece é no California Adventure. Em nenhum outro lugar mais, nem em Walt Disney World, Orlando.

DSC_0790

Você conhece a história deste personagem?

Criado por Walt Disney e Ub Iwerks, Oswald “nasceu” antes de Mickey Mouse. Aliás, se não fosse por ele, Mickey não teria nem “nascido”. Vamos explicar o motivo:

Disney perdeu os direitos sobre Oswald para a Universal Studios, que passou a produzir alguns curtas-metragens do coelho até 1943. Esta foi uma das piores fases para Walt, pois ele sentia sua mina de ouro escorrer pelas mãos. Mas quem pensa que ele desistiu? Tratou logo de criar o Mickey Mouse. 🙂

Em 2006, a Disney recuperou os direitos do personagem Oswald e, para quem é fã da história, ele tem muita importância, talvez até mais do que o Mickey, pois se não fosse pelo coelho, o ratinho mais amado do mundo talvez não tivesse nem existido.

DSC_0780

Confira nosso Magical Moment com Oswald, o Coelho Sortudo:

Encerramos o dia mágico nos dois parques com o show World of Colors, que se tornou o nosso show preferido de todos os parques.

Ele não tem somente jogo de luzes, projeções de filmes e dança de águas, mas sim, uma linda homenagem ao gênio do entretenimento, Walt Disney. Perfeito para nos coroar com mais esta lembrança do nosso ídolo. Foi de deixar lágrimas nos olhos…

DSC_0812

Este dia da viagem foi de fortes emoções. 🙂 Nos acompanhe para conferir os próximos capítulos desta aventura.

Até o próximo post!

error: Conteúdo protegido.